sexta-feira, 9 de julho de 2010

'TOP 10 - STRANI AMORI'

O que podemos  entender efetivamente  por  "respeitar o diferente"? Será que isso nos  direciona  a  também agir  diferente? Por ventura nos obriga a concordar com as escolhas da vida alheia? Ou será que  respeitar consiste em não poder nutir nenhum tipo de  opinião sobre qualquer assunto? Acertou quem optou pela resposta "NDA", nenhuma das alternativas. Pois é, respeitar é de certa forma permitir.  Mas infelizmente, o ser humano (portanto, todos nós) é um animal preconceituoso por  natureza, possui  uma forte tendência ao  pré-julgamento. Os nossos pensamentos ruins, os nossos potenciais preconceitos são sentimentos instantâneos e até certo ponto inevitáveis, quando menos se espera  já  tomaram conta  das  nossas  opiniões. O importante mesmo é vigiar. Policiar-se para combatê-los. Legal é a informação,  entender que os nosso valores culturais, morais e religiosos, há muitos séculos, nos motivam a segregar, separar, estranhar e temer o que é diferente, mas precisamos revertir isso em nós, nos libertarmos... aliás, taí o que nos distingue dos demais animais: inteligência, raciocínio e capacidade efetiva de transformar  erros  em aprendizado.

E isso tem  mudar mesmo  porque tem muita gente morrendo pelo simples fato de querer ser o que sua natureza determinou! Porque pessoas estão sendo  violentamente agredidas (física e psicologicamente) só porque decidiram viver e não só sobreviver! Porque o preconceito tem privado milhões de amar, obrigado muitos a viverem na clandestinidade, a desperdiçarem suas vidas com mentiras, a perderem totalmente a moral pela insistência de consecutivas humilhações. São coisas  muito sérias. Se precisamos corrigir eventuais excessos, violência e intolerância não  são as ferramentas mais indicadas.


A semana da diversidade sexual no blog 'Contatos Imediatos' se encerra agora.  Apesar de uma iniciativa bem modesta, teve como objetivo  propor uma reflexão coletiva sobre  o desafio de vencer as nossas próprias limitações. Não temos  direito de tornar pior a vida de quem quer que seja, muito menos condenar um semelhante ao sofrimento e a exclusão por sua  aparência ou preferências sexuais. Divulguem a tolerância, sejamos seres tolerantes, isso sim vale muito a pena, afinal evoluir é uma tarefa inevitável. 

Termino essa semana especial, como de costume, com música! O tema para escolha das canções, logicamente, foi o amor entre iguais... garimpei na MPB letras que estão envolvidas de alguma forma com esse contexto e espero que gostem, pois são realmente lindas. Ah, pra quem ficou curioso com adica musical do post de segunda, taí uma canção de Leila Maria. Para baixar, basta clicar na música escolhida, ok?


1. Homens e mulheres - Ana Carolina e Ângela Ro Rô.
2. Ilegais - Vanessa da Mata.
3. Ventos de paz - Leila Pinheiro.
5. Nobreza - Djavan.
6. Menino Deus - A Cor do Som.
7.Tola foi você - Ângela Ro Rô.
8. Na minha mão - Marina Lima.
9. Ele me deu um beijo na boca - Caetano Veloso.
10. Obrigado não - Rita Lee.
Bônus:
11. Esnoba - Moinho
12. Mulher eu sei - Chico César.

Que o caráter de todos e cada um seja o maior dos critérios morais...
Fico por aqui.
Bom fim de semana.
Jr Vilanova. 

9 comentários:

Marliborges disse...

É Jr., precisamos evoluir. E rápido. Expulsar de vez os (pré)conceitos e optar por atitudes mais justas com nossos semelhantes. Não estamos aqui a passeio.
Bjsssssss

carol sakurá disse...

Olá,querido Junior!
Beijos e lindo fds!

Sandro Omena disse...

Bom dia queridoooo!!
Bom "vê-lo" mais uma vez neste nosso espaço democrático e maravilhoso que é o seu blog. O tema a ser discutido e refletido é de suma importância para que vivamos em uma sociedade mais justa e igualitária. Direito de ir e vir que todo cidadão possa viver com diginidade, sem receios e sem medos, pois não há nada maravilhoso do que viver em plena felicidade com o nosso eu e com os outros. Mas, infelizmente, a realidade não é bem esta, pois mesmo que as leis tenham surgido e ainda surgem como forma de minimizar o pré-conceito, a tolerância por outro lado ainda continua não como da forma que gostaríamos que estivesse. Todos nós prensenciamos na rua ou no noticiário situações desagradáveis que parece ficar impune aos nossos olhos de imediato. Sabemos que o preconceito não se resume a questão unicamente de relações de iguais, pois temos o preconceito ainda contra o pobre, a mulher, o negro, o ser brasileiro em alguns países e tantos outros. Fiquei chocado, e de uma certa forma revoltado, com o que vem passando no noticiário atualmente, a respeito do preconceito de alguns paulistados com os nordestinos, estampados em seus orkuts frases do tipo: "depois da cheia temos medo que eles venham para cá", "são sujos e imundos", "não são inteligentes e dignos de viver", "Os nordestinos devem morrer" e por ai vai. Desculpem gente ter que escrecer isto, mas fica ai um alerta para que as autoridades competentes tomen uma providência. É claro que sabemos que este tipo de atitude vem de pessoas não inteligentes, paradas no tempo e com isso não conseguem se destacaar na vida. Acredito que esta atitude seja como forma de querer se afirmar de alguma forma. Mas enfim! Independente do tipo de preconcento, seja ele qual for, precisamos de uma forma ou de outra amadurecer para que sejamos seres humanos melhores com os outros e com nós mesmos. Viva a liberdade e o respeito!
Grande beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Olá menino
Essa não foi uma modesta iniciativa, qualquer uma tomada no sentido de esclarecer as pessoas sobre o respeito aos outros , não é uma pequena, é uma grande iniciativa. Somos todos culturalmente preconceituosos, e acabar com isso não depende só de campanhas e leis, é muito mais sério, pois depende de mudança interna de cada um de nós.
O mundo só vai mudar, quando cada um mudar, aí teremos uma humanidade realmente humana, onde a felicidade e escolha do outro será respeita como um direito incontestável.
Beijão

Chica disse...

Lindo e importante teu post.Preconceitos devem ser derrubados.Um lindo fds,abração,chica

Renan disse...

"Preconceito, já causou muito mal"... Já cantava a atriz e cantora Via Negromonte, hum, fui longe não!... Mas enfim, o alerta é sempre valido e que os mentores espirituais abram as mente de todos os humanos e esses se tornem livres de julgamentos, crítica e caminhemos no sentido do bem viver em todos os campos das nossas vidas.
Parabéns Vila Nova!... Suas palavras são sempre tão esclarecedoras.
Bjos!...

Valéria Sorohan disse...

Olá Jr, tudo real e muito dolente.
Estou de casa nova e espero sua visita, você me encontra agora no Rasuras

BeijooO* te aguardo!

Rafaela Andrade disse...

Engraçado, escrevi sobre amor, respeito e violÊncia antes de visitar os blogs parceiros e quando comecei a andar por aí encontrei exatamente isso: amor, respeito e violência, em diferentes formas, mas todos clamando por mais amor e dignidade, precisamos respeitar as escolhas e não querer transformá-las ou matá-las. vamos fazer uma corrente e só falar em amor. Beijos!

CRISTIANE disse...

Sou absolutamente contra a imposições, vetos, limitações, preconceitos, insultos e violência... onde houver alguém oprimido, serei sempre sensível a sua causa! A não ser que um mal-caráter assumido esteja na jogada, ou fazendo mal ao seu semelhante!

Quero mais amor, mais tolerância, um mundo melhor para TODOS!
Cris.

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com