sexta-feira, 29 de julho de 2011

"DEIXAR ALGUÉM TE AMAR..."



Durante esses anos de blog e para os amigos mais próximos, acabo sempre evidenciando minha relação de dependência com a música. Ouvir música é meu vício. De preferência brasileira. E nesse caldeirão de possibilidades vez por outra me deparo com provocações impossíveis de serem ignoradas. Através das músicas que ouço me reconheço, aprendo e desconstruo minhas crenças... “viver é afinar o instrumento, de dentro pra fora, de fora pra dentro...”

...
“Saber amar é saber deixar alguém te amar”! Quando escutei os versos da música de Hebert Viana pela primeira vez eles não fizeram o menor sentido. Pareceram óbvios demais. Não eram! Hoje já consigo alcançá-los com mais clareza e compreender o sentido da mensagem. Refrão que insinua: o fato de amar alguém não é o bastante. Mesmo que esse amor transborde, arda no peito, queime como fogo. Mesmo que ele traga paz de espírito, acalme, seja compreensivo e amável. Pra dar certo, para se amar em paz, tem que se fazer amar também.

A verdade – que pode não ser absoluta - é que relação nenhuma se sustenta na condução e forma de amar de um só ser. Amar é pluralidade. Relacionamento amoroso é cumplicidade, partilha, concessão, entendimento e tantas outras coisas afins. Saber deixar o outro lhe amar deve ser um critério fundamental. Se complicamos demais, exigimos demais ou permanecemos desatento as coisas cotidianas que compõem a vida a dois, fatalmente não estamos amando direito.

É praticamente impossível amar alguém que não reserva espaço para ser amado. Tentar acertar quando o outro está convicto que o erro é o único caminho possível pode se transformar numa frustração irreversível! E a partir de coisas assim o amor padece. Esmorece. Definha. Pior, perde a credibilidade. Não há nada mais triste do que um amor descrente, inclusive.

Depois dessa conclusão passei a me policiar mais, a tentar encontrar em mim coisas que podem estar expostas para toda humanidade, mas que internamente são ignoradas pela minha -a sua, a nossa - egoísta desatenção... e assim esquivo-me de me fazer amar... e amar e ser amado é tudo que mais quero nessa vida!

Bom fim de semana.
Jr Vilanova.

3 comentários:

Guilherme Ramos disse...

"e amar e ser amado é tudo que mais quero nessa vida!"

Somos dois, amigo. Somos dois.

Abs,

Gui.

Rafaela Andrade disse...

Tem alguém que não deseje isso? Acho que não, talvez as pessoas não se deem conta disso.

Então,somos 3.

Um abraço!
Nos meus blogs:
No Apenas um Ponto - Afinados pela alma e com o coração
No Apenas um Ponto Esportivo - Larissa e Juliana vencem na Polônia e as novas duplas masculinas.
http://apenasumpontoesportivo.blogspot.com/
http://apenasumponto.blogspot.com/

NANDITA CAYMMI disse...

" ...É sobre-humano amar, sentir,
Doer, gozar
Ser feliz..."
(Mais Simples - Zizi Possi
Composição: José Miguel Winisk )

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com