quinta-feira, 10 de junho de 2010

'O JACARÉ E A SEREIA'

"Um paradoxo estendido na areia. Alguns a desejar seus beijos de deusa, outros a desejar seu rabo pra ceia..."




2010 foi eleito o ano internacional da biodiversidade. No último dia 05 de junho comemoramos o dia Mundial do Meio Ambiente. Claro, melhor seria se não precisássemos efetivamente de uma única data no ano para nos lembrarmos de  assuntos  tão essenciais. Reservarmos apenas um dia para nos apontar o tamanho da  nossa  responsabilidade  perante  a  sustentabilidade do mundo que gentilmente nos acolhe. É, mas na prática, os resultados dessa sensibilização ainda são mínimos, infelizmente... a "história do jacaré" e sua triste sorte me mostrou o quanto ainda estamos indiferentes a  tais  alertas! 

...

Aqui  no blog  algumas  pessoas  chegaram a  me  perguntar  se  estava  tudo bem comigo, visto que os telejornais veicularam  matérias relacionadas as fortes chuvas que caíram  em  Alagoas  nos últimos dias. Responto então: estou ótimo. Realmente choveu bastante, principalmente na sexta e  sábado, mas  estragos mesmo aconteceram  em  algumas  cidades do interior, como no caso de  Marechal Deodoro, Atalaia, Rio Largo, Flexeiras. Contudo, entre elas,   foi  o município de São Miguel dos Campos que protagonizou o caso mais curioso! Cortada por um  rio extenso e com o alto volume de chuva, a cidade fora tomada pelas águas  e  toda  parte  baixa ficou praticamente submersa, obrigando os moradores a abandonarem suas residências e aguardarem nas partes altas a redução da enchente. Estado de emergência chegou a  ser decretado.


Quando as coisas se acalmaram, na volta pra casa na segunda-feira pela manhã, um dos moradores da Rua Humberto Alves se deparou com uma cena pra lá de inusitada: cinco jacarés, sendo dois adultos e três filhotes, ficaram presos dentro de sua casa!  A imagem surpreendeu duplamente  toda a vizinhança: primeiro pelo lugar que os bichos escolheram pra se abrigar e segundo por descobrirem, depois de anos, que ainda existiam exemplares desse animal na natureza altamente degradada do município! Para a maioria, a muito que os bichos, que já foram abundantes,  já estavam extintos! Qual a atitude que tomaram, então? Cuidaram logo de dizimar a espécie de vez. Mataram a pauladas o que provavelmente seriam um os  últimos exemplares da espécie na região!

    (Foto: Adailson Lima)

Que preservação do meio ambiente que nada, os bichos logo  viraram  tira-gosto para a vizinhança! Depois de mortos, os répteis foram exibidos como troféu para a imprensa local, que deu a  notícia   um  tom  descontraído, "engraçado", ignorando, por exemplo,  o fato dos mesmos terem, de uma forma ou de outra,  cometido um crime ambiental! Sinceramente, acho que  esses moradores  nem tenham a noção real do que fizeram (talvez só parcial), visto que educação ambiental ainda é o bicho mais raro que a população - de um modo geral - tem notícia! Esse é um exemplo claro do despreparo das pessoas, um pequeno exemplo do que acontece em áreas urbanas que convivem "dasarmonizadamente" com o verde!


O acontecido  me remeteu a música de Gilberto Gil, "A novidade", em que ele relata o estranho aparecimento de uma sereia na beira do mar, dividindo opiniões e despertando  sentimentos contraditórios, entre o encantamento e os  instintos animais. O ser raro termina estraçalhado pela população faminta, acabando de vez com aquela oportunidade única!  "Oh mundo tão desigual, tudo é tão desigual"! Em São Miguel, os jacarés representaram a infeliz  sereia  da  canção, apesar de suas aparências pré-históricas... tive muita dó dos monstrinhos!


Fico sempre muito triste quando me deparo com  coisas assim! Definitivamente, não é dessa maneira que conseguiremos os resultados esperados!
É ou não é um caos?
Jr Vilanova.

Outras fontes da notícia:




Fotos: Internet.

5 comentários:

carol sakurá disse...

Que bom saber que vc está bem,meu querido!
Desejo paz e renovo para a amada Alagoas com seu povo e suas belezas naturais.
Beijos!

Wanderley Elian Lima disse...

O massacre dos jacarés , não se justifica mas cabe uma atenuante, as pessoas eram humildes e talvez com pouco conhecimento. O pior é quando isso acontece praticado por pessoas que se dizem estudadas e que teoricamente deveriam ser os primeiros a lutarem pela preservação.
Grande abraço

lis disse...

Oi Junior
Tenho sempre receio das suas quintas , sempre pode vir assim , medonhas rsrs
quanta insensatez!
fiquei deprimidinha Junior com a matança a paulada, odiei!
triste realidade do nosso país.
deixo abraços tristes

Anônimo disse...

POPÓ FIQUEI SUPER REVOLTADA, SE LÁ ESTIVESSE NÃO DEIXARIA ISSO ACONTECER, NÃO SÓ PQ SOU BIÓLOGA, MAS TB PQ DEVEMOS PRESERVA A VIDA E ENTERDER QUE TODA FORMA DE VIDA ESTABELECE UMA COMPLEXA TEIA, SEM A QUAL GERA DESEQUILÍBRIO E SOFRIMENTO PARA TODOS. BJUS

P.S.ONTEM E HOJE FIZ UM MINICURSO DE CRÔNICA, ADOREI, AGORA CÓ VOU CRONICAR. VC É UM ÓTIMO CRONISTA.

VÂNIA LAURENTINO

Dalva disse...

Falta de informação é um caso muito sério - e triste! Certamente eles não atinaram com a responsabilidade desse ato tão cruel... é uma pena!

Bjs.

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com