quarta-feira, 31 de março de 2010

'VELHOS AMIGOS, NOVOS AMIGOS'


"Quem é seu melhor amigo(a)? Deixe ver se adivinho: estuda na mesma escola ou cursinho, tem a mesma idade (talvez um ano a mais ou a menos), freqüenta o mesmo clube ou a mesma praia.
Se errei, foi por pouco. Não é vidência: minha melhor amiga também foi minha colega tanto na escola quanto na faculdade e nascemos no mesmo ano. São amizades extremamente salutares, pois podemos dividir com eles angústias e alegrias próprias do momento que se está vivendo. Mas fique esperto. Fechar a porta para pessoas diferentes de você é sinal de inteligência precária.
Durante a adolescência, é vital repartir nossas experiências com pessoas que pensem como nós e que tenham o mesmo pique: é importante sentir-se incluído num grupo, de pertencer a uma turma. Perde-se, no entanto, o convívio com pessoas de outras idades e de outros "planetas", que muito poderiam lapidar a nossa visão de mundo.
Entre iguais, tudo é igual. A vida ganha movimento é na diferença. Se você é rato de biblioteca, iria se divertir ouvindo as histórias contadas por um alpinista experiente.
Se você tem muita grana, ficaria surpreso em saber como dá duro o cara que trabalha de dia para poder estudar à noite e o quanto ele precisa economizar para tomar dois chopes no sábado. Se você curte música, seria bacana conversar com quem curte teatro. Se você é derrotista, seria uma boa bater um papo com quem já sofreu de verdade.

Você, que se acha uma velha aos 27 anos, iria se divertir muito com os relatos de uma cinqüentona irada. E você, beirando os 60, se surpreenderia com a maturidade de um garoto de 18.
Para os de meia-idade, nada melhor do que ter amigos nos dois extremos: da garotada que lhe arrasta para dançar até aqueles que estão numa marcha mais lenta, que já viveram de tudo e de tudo podem falar.
A cabeça da gente comporta rafting e música lírica, videoclipes e dança flamenca, ficar com alguém por uma noite e ficar para sempre.
É importante cultivar afinidades, mas as desafinações ensinam bastante. No mínimo, nos fazem dar boas risadas. Vale amizade com executivo e com office-boy, com solteiros e casados, meninas e mulheraços, gente que torce para outro time e vota em outro partido.
Vale sempre que houver troca. Vale inclusive pai e mãe."

Martha Medeiros

Outras palavras...

Taí o conselho da pensadora, o resto é conosco! E faz sentido, não faz? Até bem pouco tempo nós recebíamos direcionamentos bem distintos a essa idéia: menina não brinca com menino e vice-versa, criança não chega perto de  papo de adulto, procure alguém da sua idade pra conversar, não se misture com pessoas de nível inferior ao seu e por aí vai...

Os motivos eram basicamente os tabus, as regras sociais, os preconceitos, a moral e os bons costumes e seu lá mais o quê! Não estávamos acostumados com a pluralidade de não pertencer a tribo alguma (e ao mesmo tempo a todas elas)! Ser livre era sinônimo de rebeldia e quebra de  paradigmas, já  atualmente, vejo tal postura como uma necessidade básica de sobrevivência no mundo plural em que vivemos!

Aliás, é isso que estamos fazendo agora, sim? A internet facilitou muito essa aproximação indistinta. Aqui são nossas idéias que nos aproximam, o resto vem depois. Embora não exista nada capaz de substituir a convivência real, essa ferramenta, inegavelmente, diminui distâncias e oferece oportunidades de novos relacionamentos até então impossíveis de existirem, fosse pela distância ou coragem de promover a aproximação!

Mas é através desses encontros desencontrados que  aprendemos, crescemos em alguma escala e até  eventualmente nos decepcionamos. Ainda assim  não dá pra reclamar da falta de oportunidades de um intercâmbio interpessoal de experiências diversas. Eu procuro fazer bom uso disso e você, o que pensa sobre?

Boa quarta!
Jr Vilanova.

14 comentários:

Pepe444 disse...

Há amigos que vão outros quem vêm, mas alguns permanecem para sempre...

Otima Postagem :)

http://artmusicblog.blogspot.com/

Wanderley Elian Lima disse...

Pois meu melhor amigo não foi colega de escola, de faculdade, de igreja, foi meu colega de trabalho e até hoje não nos separamos. Nos falamos todos os dia por telefone e saímos todas as quartas-feiras. É meu amigo de fé, irmão camarada. Amo d+
Beijão

Essência e Palavras disse...

Que saudade de ler-te.
Ando correndo, driblando o tempo... sentindo o vento. Mas enfim!

Lindo texto, Ju.
Como sempre voce nos surpreendendo com muita delicadeza.


Um beejo!

Josi disse...

Martha Medeiros é tuuudoooooo! tenho que criar um post sobre o livro que tu me deu amor, merece!
Meu xuxu eu amei a homenagem que vc fez pra mim no post dos agradecimentos, poxa que lindo,que doçura sua amor... é por isso e por tantas outras coisas que te admiro tanto! Vc sabe disso!
Te ligo hoje pra gente rir juntos.
BJos,amo vc!

Guilherme Ramos disse...

É por isso que nos consideramos velhos-novos-amigos... Rssss...
Abração!!!!

O que elas estao lendo!? disse...

Hoje saiu o resultado do sorteio do livro. Passe para assistir ao video e ler sobre o encontro que aconteceu.

http://elasestaolendo.blogspot.com/2010/03/tassia-camargo-atriz-da-o-resultado-do.html

Bjao e boa Páscoa

Equipe do blog

Helga disse...

Tal como disse a Martha, também concordo com a variedade de idades, de sexos, de raças, de ideais, etc. É na diferença que está muitas vezes a aprendizagem e a riqueza de uma amizade. Sem dúvida a internet e o mundo dos blogues veio facilitar muito esse intercâmbio entre a diferença. Ainda há muita gente com dificuldades em fazer amizades no mundo real, quer seja por preconceito ou por timidez. Aqui somos sem dúvida todos iguais e aprendemos um pouco todos os dias uns com os outros.

Beijinhos e Páscoa Feliz :)

lis disse...

Oi Jr
Ainda peguei o post de quarta feira,hehehe estamos atrasados rsrs ótimo.
Gostei demais do texto de hoje . Me ajuda muito ler sobre amigos, parece qua nao, mas sempre fui difícil de me enturmar , mas enturmando fico bem na fita com qualquer idade rsrs
desviando um pouquinho o assunto- mandei um email pro primeiro endereço que nao o do turismo, depois vi q nao recebeu, e nao deu pra ir mandar de novo, era sobre mudar o nomezinho da amiga dos "o meu oculos do mundo" de Valéria pra Teresa, pronto falei aqui mesmo que nao é proibido trocar nomes dos novos amigos , nao é?
muitos abraços , todos os abraços
Boa Páscoa , te gosto muito

Chica disse...

Eu já te considero um amigo e és bem mais moço, sou coroa e nada impede as amizades. No mundo virtual conhecemos tantas pessoas e é estranho como vão de repente , surgindo os amigos mais chegados, de todos os diias e que se não aparecem, já sentimos falta!abração,tuuuuudo de bom,chica

Teresa disse...

Amigos não têm idade, o que importa é o que está cá dentro e nós partilhamos. E esse aspecto é mais notório na net, porque é o que nos aproxima primeiro.
A propósito de amiga, li o comentário da Lis, vi o meu nome mas não percebi. Alguém me explica?
Bjs e Boa Páscoa.

marliborges disse...

Oi junior, agora fiquei pensando uma coisa, eu existo e estou aqui escrevendo. Você existe e está aí escrevendo, estamos nos comunicando através da escrita, pela internet, então nossa amizade é real, é concreta. Pois é, mas é virtual também, ih que viagem, hehe!!! (Ainda quero aprofundar essa idéia.) Mas em todo o caso, penso que nós crescemos é com nossas trocas de idéias, de comunicações e emoções. É na troca e na pluralidade que desenvolvemos nossas percepções seletivas.
Feliz Páscoa, beijo grande.

Eu Reflexo d'Alma e Meus Reflexos disse...

Ei!
Esto lendo seu post evolto mais tarde pra comentar.
Passa la no blog,
tem texto novo por la...
te espero.
Bjins entre sonhos e delírios

Rafaela Andrade disse...

Eu tenho grandes amigos, de diversos lugares e diferentes idades. É muito bom aprender e partilahr tudo.

Feliz Páscoa! Feliz Vida nova!!!

Dalva disse...

Junior,

Gosto demais da Martha. E vc sempre acerta na escolha do texto. Acho salutar a diferença no que diz respeito aos relacionamentos. Estes, já que são uma troca, devem sempre nos enriquecer através da diversidade de pensamentos e posturas.

Boa semana!

Bjs.

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com