quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

'DOS QUATRO CANTOS', CHEGUEI!

Eu bem que avisei!

No último post falei pra vocês que corria um sério risco de não resistir a S.A.C.: Síndrome de Abstinência Carnavalesca! Uma doença crônica que acaba de ser diagosticada, mas que ataca milhares de foliões todo fevereiro.

Geograficamente falando - ou melhor, "carnavalescamente" falando -, me sinto um privilegiado. Moro a alguns poucos quilômetros de dois dos maiores carnavais do país: o da  Bahia e do de Pernambuco, meu vizinho de fronteira, a pouco mais de 300 km de Maceió! Então, disposto a aproveitar melhor tal facilidade, resolvi, digamos, promover uma boa "loucura de carnaval". Dai em diante você já deve estar imaginando o que aconteceu, não? Isso mesmo, coloquei o pé na estrada. Coloquei meu bloco na rua e  sem lenço, nem documento, fui conferir o que a vida me reservava nesse fevereiro!


Confesso que, de minha parte, existia certa limitação quando o assunto em questão era o Carnaval de Pernambuco! Explico: embora respeitando demais sua história e importância para o Brasil, na minha cabecinha até então ignorante - levada também pelo depoimento de pessoas conhecidas que interpretei dessa forma - estar em Recife e Olinda  representaria, teoricamente, me submeter a uma overdose de frevo e marchinhas impostas pelas leis municipais desses locais! Toda vez que me imaginava dormindo e acordando ao som do "pan ran-ran, ran-ran-ran-ran" desistia da viagem de imediato. Mas eis que um dia... descubro a festa do maracatu, caboclinho, maculelê, galope, que vão muito além do ritmo oficial de Pernambuco, que se tornou  um patrimônio nacional. Hoje vim me redimir!


Chegamos à capital pernambucana por volta das 10:00h. Nossa primeira parada foi na Praça do  Marco Zero, local  onde  os  shows  acontecem, sempre  durante a noite! Durante a  manhã o pessoal estava promovendo uma limpeza geral, porque afinal de contas  Recife não pára nessa época, portanto, dali a algumas horas, a multidão voltaria pra “balançar o chão da praça”. Paramos, tiramos algumas fotos e partimos rumo a Olinda - que ao contrário do que muitos imaginam não é um bairro e sim um município – onde a festa pega fogo, principalmente durante o dia.

Em Olinda fomos arrebatados! Grata surpresa, experiência inesquecível! Em matéria de festa carnavalesca, nunca vi nada tão democrático! Foi como se tivéssemos entrado num mundo fantástico, como se acordássemos para um sonho colorido, lindo, pueril, exatamente como todo fevereiro deveria ser! A presença de crianças e idosos misturados aquela multidão nos passava de imediato uma sensação lírica de lugar seguro, aliás, esse é um ótimo termômetro para se medir o nível de segurança de uma festa popular como o carnaval! Na minha apuração, os quesitos segurança, criatividade, democracia, animação, beleza e organização (se é que isso é possível exigir isso de alguém no carnaval), MERECEM NOTA 10!

Acredito que o principal segredo/diferencial da folia pernambucana é a valorização cultural e a aposta na espontaneidade. Não existem regras pré-definidas, nem fronteiras e a palavra de ordem é EXTRAVASAR! É uma festa literalmente para todos, “for all”, não se paga ingresso, não tem abada, não existem cordas... saiu na rua já está participando! Com fantasia, sem fantasia, com dinheiro ou sem dinheiro, não importa, é o carnaval em sua essência! Não se cobra nada, nada se paga para curtir suas inúmeras opções de divertimento - que definitivamente não se limitam só ao frevo! É o povo quem promove o evento, são as fantasias que dão colorido as ruas!! É a população, os turistas e visitantes - como eu e minha turma - que ditam as regras durante esse quatro dias! Os casarões seculares parecem acostumados a todo aquele movimento! Até as igrejas parecem solidárias a festa profana... assistem a tudo do alto das ladeiras, abençoando ao folião que vai pra rua de coração limpo!


"Ao som dos clarins de Momo
O povo aclama com todo ardor,
O Elefante exaltando as suas tradições.
E também seu esplendor.
Olinda, este meu canto
Foi inspirado em teu louvor,
Entre confetes, serpentinas
Venho te oferecer com alegria o meu amor.
Olinda, quero cantar a ti esta canção,
Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar,
Faz vibrar meu coração de amor
a sonhar, minha Olinda sem igual,

Salve o teu Carnaval!"
Clídio Nigro e Clóvis Vieira.


É isso, gente. Precisava passar aqui hoje para contar as novas, falar um pouco sobre o melhor do meu carnaval! Claro que existem milhares de outras fotos interessantíssimas, que adoraria colocar pra vocês, mas hoje, infelizmente, o blogspot não colaborou! Como já estou atrasado no cronograma de postagens dessa semana, me despeço por aqui!

UM TCHAU ESPECIAL PRA FEVEREIRO!
ANO QUE VEM TEM MAIS!
E vocês, hein?! O que andaram aprontando, conta aí!
Jr Vilanova.

9 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá meu amigo
Sobreviveu? rsrsrsrs É muito bom quando a gente faz o que gosta. Pelas fotos você se acabou, ainda bem que voltou inteiro.
Bjs

Estrela disse...

Oiiiii meu anjo festivo e carnavalesco rs. Popó, não precisa me relatar nada, já vim aqui em seu blog hoje e já me apurei de todas as suas facetas carnavalescas rs. Aliás, só me diga algo que vc não relatou aqui tá rsrsr??? Estou ao seu dispor e quero ler maaaais pq sei que tem muito mais coisas nesta sua bela viagem com sua tropa para Pernambuco.

Tá aí Popó, me deu até vontade de conhecer o Carnaval em Olinda... aliás, confesso que sempre quis dançar o frevo rsrsrs e adoooooro Parãrãrãrãrarannnnn... rsrsrs. Um dia, quem sabe. Vendo suas fotos e lendo o que postou hoje em seu blog, me deu esta vontade.

Engraçado sabe, agora que estou tendo esta experiência em estar em outro País, parece que damos mais valor as coisas do nosso País. Matérias que passam, a gente fica aqui vendo sabe, dá uma saudaaaade. Ontem passou uma matéria inclusive falando da Serra do Cipó, imagine vc Popó como fiquei louca rsrsrs. Minha mãe na cozinha e eu gritando ela pra ver a matéria comigo rs. Mas é isso mesmo.

Sei que tenho muitos mares a desbravar aqui em Lisboa, Portugal, Europa, e não pretendo voltar tão cedo ao Brasil, então vou vendo estas matérias brasileiras e matando um pouco a saudade e que o Brasil tenha paciência de me esperar pq vou chegar com tudo rs.

Meu carnaval aqui não teve nada de especial, fiquei todos estes dias em casa pq meu amigo, faz um friiiiio que vc não imagina. Segunda-feira fez 4 graus, terça 5 graus. E final de semana com chuva e temperaturas tb baixíssimas. Pelo que andei vendo nos jornais daqui e lendo também, aqui tem lugares que comemoram o carnaval como em Funchal, Mealhada, Lordelo, Nazaré, Setubál e por aí vai rs. Eles comemoram igual aos carnavais de Olinda sabe, com bonecos grandes, tem mulatas também a lá brasileira. Mas li que o carnaval deste ano aqui em Portugal, não foi tão bom como dos anos anteriores devido ao mal tempo e muito frio, que não teve o público tão grande e os participantes tiveram que trocar suas fantasias devido ao frio. Enfim... Tomara que o ano que vem faça menos frio pq eu quero muito curtir alguma festa em alguma destas cidades próximas.

Bem meu querido, é isso. Vim aqui lhe visitar viu??? Adorei as boas novas da sua síndrome rs.

Grande beijo da amiga e vamos orkutando, blogueando rs.

Lílian Souza

Valéria disse...

Senti falta da sua fantasia nas fotos, deu uma invejinha saudável, não só pelo carnaval, mas também pelas terras nordestinas, um dia vou aí conhecer esse presente da natureza!

BeijooO'

CRISTIANE disse...

Meu Deus, que coisas lindas!

Gente, vou comprar minha passagem pro carnaval de Pernambuco já! Acabei de me decidir para o ano que vem...rs...

Que divertido, quanta poesia e beleza! Como esse país é rico, lindo, multicultural!

AMEI DEMAIS DA CONTA AS FOTOS DO SEU CARNAVAL! Obrigada por dividir isso com a gente que mora longe!
Um beijo!
Cris.

lis disse...

Oi Júnior
Vejo que foi ótimo seu Carnaval,fotos lindas,cidade receptiva.E conhecer novas formas de viver essa emoção foi também o ponto alto.
Aqui , como quase sempre, vejo o desfile das escolas de samba pela TV e aproveito pra nada fazer mesmo, só curtir a badalaçao total dessa cidade quente, ensolarada e linda.Postei uns flashs dos dois dias de desfile pra mostrar toda a criatividade desse desfile que traz para o asfalto todo o morro e se confundem num só grito, a alegria.Gosto de sentir a sensação de que um dia essa confraternização pode ser pro ano todo,sem diferenças e guerras.
um grande abraço

Dalva disse...

Olá, meu querido!

Estou de volta, morrendo de saudades
dos amigos!

Pelo visto o carnaval foi um espetáculo... e generosamente você nos brinda com tanta cultura e informação! Gosto muito destes posts, pois é uma oportunidade rara de poder conhecer a riqueza dos costumes e tradições do Brasil. Quanto ao carnaval de Pernambuco, alguns amigos que estiveram por lá também tiveram esta impressão que vc teve: a mídia divulga muito o tal "pan ran-ran, ran-ran-ran-ran"... mas a diversidade é grande!

Beijos!

Cláudia disse...

Muito bom Junior...adorei as fotos!!!!!Deu saudades do carnaval de Olinda!!! Esse ano curtir tudo pela TV....auahauahu

bjinhosss

Chica disse...

CaRNAVAL ESSE ANO VI APENAS PELOS BLOGS..nEM NA tv QUIS VER,.nÃO SOU NADA CHEGADA A ELE...ABRAÇÃO,CHICA

Teresa disse...

Olá Junior
Cá estou eu! Pois é, há máscaras que são parecidas aqui e aí, não há dúvida. E deve ter sido bem divertido por aí, o Carnaval.
Bjs

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com