quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

'CARNAVAL DESENGANO', de Wanderley Elian.



"Tranquei a dor na

gaveta,

tirei a máscara,

rasguei a

fantasia,

não levei confetes nem

serpentinas.

Meu enredo era a

saudade.

Desfilei no bloco

do eu sozinho.

Quando cheguei na

dispersão fui

aplaudido pela

chusma que

brincava de ser

feliz."


Wanderley Elian.


Outras palavras...


Chegou a quarta-feira de cinzas! Acabou-se o que era só festa. Tudo é silêncio e lembranças. Hora de acordar do sonho, de tirar a fantasia, guardar as recordações, limpar os resquícios deixados pelos  quatro dias de magia e encantamento!

Aproveito o clima de despedidas inerentes a essa data e ofereço a vocês um lindo poema de Wanderley Elian - enviado especialmente ao Contatos Imediatos -, afim de traduzir uma entre as mil possibiliddes de sentimentos contidas no carnaval de cada um de nós. 

Desde de janeiro de 2008, o acadêmico mineiro vem enriquecendo o universo da blogosfera com sua sensibilidade, simpatia, carisma e talento! Ele é o administrador do Blog Novas Estações - um dos meus preferidos na web - e nesse espaço se permite passear por várias nuances da poesia, ora como autor, outras vezes como porta voz da arte, dos grandes escritores desse país!

Poesia indistinta. Bom humor, bom gosto, inteligência, opinião etc... assim é o Novas Estações! Convido a todos a visitarem o endereço e se envolverem de alguma forma com a sua proposta!


UM ABRAÇO AO AMIGO E PARCEIRO MINEIRO!
Obrigado por presentear esse espaço e seus leitores com a sua sensibilidade.
Beijo a todos.
Jr Vilanova.

7 comentários:

Dalva disse...

É... quarta-feira de cinzas e tudo acabou! Este ano minha folia foi na roça, deitada na rede... ai, ai... tô até cansada de tanto "descansar!! rsrsr...

É ótimo estar de volta e poder visitar os amigos, partilhar tanta informação e viajar pelo teu post anterior, com tanta beleza!

O poema é bem ilustrativo, e o "Contatos Imediatos" recebe essa homenagem poética mais do que justa, pois é um blog que prioriza a cultura e a amizade! Parabéns ao poeta mineiro, e a você, meu amigo!

Beijos!

Essência e Palavras disse...

Ju...

E tudo é novo de novo, depois do carnaval, renascemos... As cinzas.

beeejoo
*feliz que gostou do blog novo.... rs

CRISTIANE disse...

Parabéns, Wanderley!
Sua poesia é delicada e sensível!
Vou visitar o blog sugerido, pois sei que deve ser algo realmente especial!
Adorei.
Cris.

Uelton Gomes disse...

Bela poesia mesmo, muito bacana.

Abraços

Essência e Palavras disse...

Respondi lá

lis disse...

Júnior
Meu enredo também foi a saudade, rsrs
É a festa mais alegre e tem um quê de tristeza e saudade nas máscaras , nas cançoes e no bloco do eu sozinho rs
Gostei do poema, já estive lá no blog do Wanderley,Nova Estaçoes .Muito simpático também.
abraços

Josianne disse...

Oi Juju! Estava devendo os comentários do Carnaval! Adorei todos, tava lendo agora "Olindaaa, quero cantar pra ti essa canção!" hihihihi adoro Olinda, muita história, cultura e alegria,né? Tudo tão bonito de se ver... adoro!
Esse texto é profundão hein... mostra realmente como a mente do ser humano é perfeita,e como algo tão ecletico como é o Carnaval pode se torna uma beleza poesia!
Adorei!
Mil beijos.
Saudades!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com