quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Quarta da poesia: "A MONTANHA"



" A montanha se ergue acima do chão, sendo o chão.
Quando o sol se põe, estende sua sombra sobre a terra, sendo a terra.
A seus pés o horizonte se antecipa.
De seu cume o horizonte vai mais longe.
A montanha cabe extamente em seu tamanho, sendo seu  tamanho.
Tão imóvel que o tempo ali fica mais lento.
Seu cume é o cúmulo da terra, onde a nuvem se esconde.
Onde a voz que grita se responde.
Onde diminui o que é grande.
Onde a chuva e a neve chegam antes.
Onde o espaço se espaça.
De onde a águia alça vôo atrás da caça.
Quanto mais alta a montanha, mais cedo aos seus pés o sol se põe;
mais forte em sua encosta o vento venta;
de seu cume mais imensa é a imensidão.
A montanha é do tamanho de um vulcão, sem a cratera.
Menor que o céu, menor que a serra!"


Outras palavras...


O texto de hoje é parte integrante do livro "As coisas", do ex-Titã Arnaldo Antunes (sim, ele mesmo, se não sabia, também é escritor!).  Seu lançamento aconteceu em 2002 pela Editora Iluminuras e  é o terceiro da carreira do compositor/cantor/escritor/produtor/etc.
Num primeiro momento  chega a soar pueril, mas na realidade se mostra muito  mais  que uma obra  meramente "infantil". Embora insinue  sua ingenuidade  todo tempo - através principalmente da ilustração composta  por desenhos rabiscados, muitos deles feitos por sua filha Rosa - acaba por revelar-se envolvente e delicado através do jogo de palavras construído em suas poesias. Segundo as palavras do próprio autor: "...eu tive a idéia de escrever com esse tom bem primário, quase infantil de raciocinar acerca dos objetos, do mar, das cores, da montanha. Esse livro é um híbrido entre poesia e prosa."
É um daqueles livros para serem lidos de uma só vez, sem intervalos, tanto pelas crianças, quanto pelos adultos admiradores da sensibilidade e do bom gosto.

Eu gostei muito.
Espero ter a oportunidade de divulgar outros textos dele aqui na "quarta da poesia".
Uma excelente quarta-feira.

3 comentários:

Dalva disse...

Olha, não conhecia esse talento do A. Antunes para a literatura. A Banda Titãs é das minhas preferidas, juntamente com a saudosa Legião, que incendiaram os anos 80 e marcaram época! Legal saber da diversidade do talento do Titânico Antunes!

Bjs.

CRISTIANE disse...

Arnaldo Antunes escritor? Vejo que preciso aprender muitas coisas ainda sobre música e literatura...rs...ADOREI.
Bjos,
Cris.

Cláudia disse...

Sejamos montanhas....lendo a poesia e imaginando que todos nós sejamos como a montanha. Que constroe em seu espaço uma grandiosa riqueza.

Bjinhoss
Amei viajar em pensamentos nessa poesia!!!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com