segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Notícias de fim de semana: "A Ouro Preto Nordestina"

.
Salve, meus queridos amigos...

Iniciando mais uma semana de blogagens... com todo gás, diga-se de passagem. Voltei hoje para as notícias de fim de semana com a mesma proposta da semana passada: e aí, vamos viajar? 
O local escolhido hoje foi o município histórico de Penedo, uma das cidades mais antigas do país, tombada como Patrimônio Cultural Nacional. Estive lá à trabalho, numa visita relâmpago, no último dia 26/11. Aproveitei pra registrar os melhores momentos e compartilho com todos agora!

Um passeio por Penedo é na realidade um mergulho no tempo do Brasil Colonial. São igrejas, palacetes, casas e casarões do século XVII E XVIII em ótimo estado de conservação... atualmente alguns monumentos  estão sendo restaurados pelo IPHAN, órgão este responsável pelo tombamento dos mesmos. A cidade fica no extremo sul de Alagoas, a 154 km de Maceió, encravada num rochedo as margens do Rio São Francisco.

Antes que eu esqueça, o post de hoje é dedicado a minha  tia queridae incentivadora declarada do blog -, Carmem Mary, uma penedense de coração! Fiquei devendo uma visita, mas certamente, do jeito que gosto dessa cidade e dessa pessoa amada, logo estarei por aí novamente.

Não esqueça, clique nas fotos para ampliá-las!

 

No caminho...


1. Saindo de Maceió em direção a Penedo, é possível apreciar algumas das as belezas naturais  que compõem  o litoral  sul de Alagoas. Na foto à esquerda, uma vista panorâmica da Lagoa de Manguaba, na cidade de Marechal Deodoro, a maior do estado.

2. Entre os povoados da região sul, é comum presenciar a comercialização das frutas da época nas estradas, em barraquinhas improvisadas, cobertas de palha de coqueiro... mangas, laranjas, cajus, seriguelas colorem boa parte do acostamento da rodovia  AL-101-SUL. Nos povoados de Massagueira e Barra Nova, além das frutas, são vendidos  doces caseiros como as cocadas, suspiros, bolos etc.
3.  À esquerda a vista panorâmica do coqueiral e da Praia do Gunga, ao fundo, no município do Roteiro-AL. Esta praia é considerada pela maioria das revistas especializadas em turismo como uma das 10 mais bonitas do país... mas esse é um assunto pra outro momento!

A Princesinha do sertão...


4.: Em Penedo, todo caminho leva ao Rio São Francisco. Construída sobre um grande rochedo - ou seja, sobre um grande "Penedo" -, possui uma área total de 688 km, faz divisa com o estado de Sergipe e sobrevive da agroindústria, da pesca e do turismo -  embora a charmosa cidade ainda não possua uma  infra-estrutura turística considerável -.
Tombada pelo IPHAN desde 1995, suas ruas exibem as marcas deixadas pelos colonizadores portugueses, as influências dos holandeses durante suas invasões e dos missionários franciscanos, que fundaram um convento na cidade.

5.: Mirante da Rocheira - Fica na parte mais alta da cidade. De lá se pode avistar o Rio São Francisco de ângulos privilegiados! Tive sorte, o dia estava lindo, nessa região, devido a proximidade com a foz, o rio acompanha a cor do mar de Alagoas.

6.: Prédio do Passo Imperial, século XVIII - Esse sobrado serviu de hospedagem para o Imperador D. Pedro II durante a sua visita à Penedo em 1859. Hoje funciona como museu. Em sua fachada encontra-se uma placa comemorativa do centenário desta visita.

O raio de Nossa Senhora...


7.: Igreja Nossa Senhora da Corrente, 1765 - Com muitas histórias interessantes para contar, a Igreja simboliza  um dos objetos mais representativos dentro do acervo arquitetônico das cidades históricas de Alagoas. Em estilo barroco, possui uma localização privilegiada, de frente para o Rio.  Não sei bem a fonte da notícia, mas comenta-se por aqui que segundo Germain Bazin, diretor do Museu do Louvre, de Paris, essa seria a mais bela igreja barroca do Brasil.

8.: A construção começou em 1720, ainda como capela privativa da família Lemos, que eram aristocratas da época. O altar-mor da Igreja é todo folheado à ouro! Tudo muito lindo! Me faz lembrar a Igreja de São Francisco, no Pelourinho, em Salvador, conhece?


9.: A nave é decorada com azulejos portugueses, com motivos Marianos, de traça portuguesa. Segundo a guia Aline que acompanhou nossa excursão, os azulejos da Igreja Nossa Senhora da Corrente possuem uma característica especial: são todos policromados, ou seja, coloridos! Só em duas cidades brasileiras encontramos tal peculiaridade, são elas Penedo-AL e em Ouro Preto-MG.

10.: "Momento super interessante": do lado esquerdo do altar encontramos uma abertura camuflada, uma "passagem secreta", que serviu como refúgio para escravos fugidos de fazendas próximas. Abolicionistas declarados, os Lemos mantinham os negros escondidos no local por um prazo máximo de 24 horas, tempo suficiente para que produzissem uma carta de alforria falsa, que os permitissem chegar até Palmares em relativa segurança.

11.: No forro, a pintura ilusionista do Sagrado Coração de Jesus.
Outra história bem interessante do local fala sobre um raio que atingiu sua torre do lado direito em 1824, entrando e percorrendo todo o templo, mas sem causar danos a sua estrutura interna. Contudo, deixou suas marcas nas paredes, no altar e no manto de Nossa Senhora. Se a santa em questão fosse Santa Bárbara até dava pra entender o fenômeno... os sinais do ocorrido foram perdidos após o trabalho de restauração.


12.: O piso de cerâmica inglesa conserva-se original, como na época dos Lemos.

Patrimônios Históricos e Culturais...

 
13.: Dentre as opções de hospedagem na cidade está a Pousada Colonial. Casarão antigo, com 12 quartos, fica de frente para o Rio, ao lado da Igreja Nossa Senhora da Corrente..

14.: Igreja de São Gonçalo Garcia dos Homens Pardos, 1758 - As obras dessa igreja só foram concluídas em 1770. Seu estilo é gótico, suas torres são do século XIX, a decoração de sua fachada foi toda feita com pedra calcária. Na época a Igreja era sujeita as inundações do Rio São Francisco. Na grande cheia de 1972, suas imagens - em tamanho natural representando os passos da Paixão de Cristo - precisaram ser removidas de canoa.


15.-16.: Teatro Sete de Setembro, 1884 - Trata-se do primeiro teatro do estado de Alagoas e já foi o principal centro de cultura e arte da região. Inaugurado no dia 07 de setembro, recebeu em seu palco  grandes espetáculos promovidos por companhias de teatro européias. A planta do seu interior se apresenta em forma de ferradura, algo próprio da arquitetura italiana.


17.: Oratório da Forca, 1769 - possui uma história impactante. É que o espaço minúsculo, em estilo colonial, era destinado às orações dos negros condenados ao enforcamento por algum crime cometido. Eles permaneciam enclausurados durante toda a noite que antecedia a execução, aguardando a chegada do carrasco! Arrepiante, não?
 
18.: Catedral de Nossa Senhora do Rosário - Começou a ser edificada em 1690, em substituição a antiga Capela Paroquial que acabou servindo de depósito para o armamento dos invasores holandeses. Apresenta duas torres simétricas separadas por um frontão decorado por três vitrais franceses. No interior, arcos romanos, nichos greco-romanos e a capela do Santíssimo Sacramento com a tela "Cristo na Ceia Larga", do artista local Aurélio Phídias.
Só lembrando, a padroeira atual da cidade é Nossa Senhora do Rosário e as torres da Igreja podem ser vistas melhor na foto que abre a postagem, lá em cima, ok?

O tempo e o Rio...
19.,20.,21.,22.: Mirante da Rocheira. Mais imagens do histórico e atualmente maltratado Rio da Integração Nacional, que além de assoreado e castigado com toda sorte de agressões, se prepara para futuros impactos como é o caso da transposição. Lembrando que a poucos quilômetros da orla de Penedo (fotos à cima), chegamos  a Foz do São Francisco, local onde brevemente chegarão as obras do Governo Federal.
Destaque também para as embarcações na beira do Rio... pena que não consegui fotografar as "borboletas" do Velho Chico, que são canoas típicas da região.


23.: Ao fundo (em amarelo), o prédio que abriga atualmente a Prefeitura Municipal e à direita a Casa de Aposentadoria, de 1781. O segundo prédio (em processo de restauração), ao contrário do que possa parecer, não se trata de nenhum lugar destinado aos aposentados do município. Na época fora construído com a intenção de servir de aposento aos viajantes (daí o nome "casa de aposentadoria"), algo semelhante as pousadas atuais.


24., 25.: Uma pequena amostra do artesanato local que é comercializado diariamente na Feira do Barro, no centro da cidade, as margens do Velho Chico.


Despedidas...
26.: As crianças e os idosos que fazem parte do projeto "ERA UMA VEZ", idealizado e desenvolvido pelo SESC-AL, onde todos interagem através da leitura.
27.: Esse gordinho simpático moldado pelas águas do São Francisco sou eu mesmo, viu? Muito prazer para os que ainda não me conhecem!

28.: Pois é, até a próxima!


Dentre as fotos que foram tiradas durante meu passeio, escolhi apenas algumas, mas é certo que o assunto merecia um segundo tempo, assim como fiz com Marechal Deodoro, lembra? Mas parei, pois não gostaria que o post ficasse cansativo. Só destaco que muitos prédios e histórias interessantes, infelizmente, ficaram de fora...


Portanto vou me despedindo, torcendo para que todos que passarem por aqui hoje tenham curtido as curiosidades de mais um  tesouro escondido entre os muitos recantos desse enorme  Brasil... ah, façam o favor de registrar suas impressões!

Um bom início de semana!
Te espero aqui amanhã!


14 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Oi meu amigo, amo Ouro Preto, pelo sue post, tenho certeza que vou amar Penedo. Quem sabe um dia vou conhecê-la.
Forte abraço

carol sakurá disse...

Olá!

Estou pertinho de Ouro Preto,mas seu texto me fez ansiar por conhecer Maceió.
Beleza,história e cultura!

Abs!

Carol Sakurá

Dalva disse...

Junior,

que deliciosa viagem fiz através do teu post... além de conhecer os recantos mais lindos dessa linda cidade do belíssimo estado de Alagoas, "viajei" através da história! Obrigada por me permitir acompanhá-lo nessa viagem!

Beijos e boa semana!

CRISTIANE disse...

Júnior, que coisa maravilhosa!

Sabe, tava pensando aqui, acho que se não fosse o blog, não teria nem tão cedo condições de conhecer Garanhuns e agora Penedo, em Alagoas... talvez nunca!!!

É por isso que nunca deixo de vir aqui.

Muito obrigado pela gentileza, você está na área certa (turismo)...rs...

Um beijo no coração,
Cris.

Wander Veroni disse...

Oi Junior!

Conheço Ouro Preto e, realmente, a cidade de Penedo parece com a cidade mineira nas construções históricas.

Olha que legal: semana passada também conheci pela 1ª vez o Rio São Francisco. Só que na cidade de Três Marias, em MG. É muito legal ver um rio que corta o Brasil desse jeito.

Adorei as fotos!

Abraço

Guilherme Ramos disse...

É... Penedo tem TUDO pra ser 'A Cidade da Cultura', né? Pena que, a exemplo de outras tantas de igual importância cultural em nosso país, sofre com o 'descaso' das gestões públicas...

E segue a 'ceifa', digo, e segue o baile... (rsss... nossa! como estou 'ácido', hj... rsss...)

Angélica disse...

Acho Penedo uma cidade linda, é muito bom fazer uma viagem de volta ao passado e esse Rio São Francisco é maravilhoso. Beijos

carmem mary disse...

Linda cidade, mas sou suspeita de falar! rsrs
Obrigada por dedicar o post para mim, mas me deve uma visita mesmo e estou te esperando!

beijos, tia Mary

José Renan disse...

Penedo é lindo!... Uma cidade que trás um forte posicionamento que Alagoas tem muito potencial turistico.
Há, não esqueçam que Penedo sediava um importante festival de cinema nacional e internacionalmente reconhecido.
Adorei o post, parabéns.

Nalvinha disse...

" Penedo cidade bonita de Alagoas,
Penedo cidade barroca colonial

Penedo tem o rio São Francisco

Tem a Rocheira, o Convento e a Catedral,

Penedo tem a igreja do Rosário

E também a São Gonçalo

Não existe coisa igual." ( parte da música de Kid Dão)

Realmente cidade muitoo linda e de grande potencial turístico, só precisa ser mais valorizada e de alguns "ajustes"...
Mas, não deixa de ser linda!!

E, estamos te esperando aqui viu Juninho, tá nos devendo uma visita!! rs

bjoo Boa semana!!

Adriano Lima disse...

BELÍSSIMO TRABALHO, MEUS PARABÉNS, JR.
ESTOU ENCANTADO COM A NOSSA HISTORIA TÃO BEM RELATADA POR VC. OTIMAS FOTOS, QUE ACERVO!!!
VOCE É UM DISSEMINADOR CULTURAL DO NOSSO ESTADO. MAIS UMA VEZ PARABÉNS!!

Cláudia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cláudia disse...

Já estive em Penedo, por apenas 1 vez, uma visita
muito proveitosa por sinal, pois foi com a turma da faculdade de turismo! Então...lendo esse post fiz uma pequena viagem de volta a esta encantadora cidade histórica. Todo o conjunto arquitetônico, vc consegue respirar história o tempo todo. E banhada pelo São Francisco...
Júnior vc retratou com fidelidade toda a grandeza desse lugar.
É tanta coisa boa que existe em nosso estado! Vamos aproveitar!!!
bjss

Anônimo disse...

PARABÉNS! VIAJEI SEM SAIR DE CASA. A CIDADE DE PENEDO É LINDA MESMO, E O RIO SÃO FRANCISCO, SEM COMENTÁRIOS!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com