quinta-feira, 12 de agosto de 2010

“Felicidade chega de repente...”



Madrugada de uma segunda-feira que bem poderia ser ingrata. Chove. Todos dormem. Já passa da 01 da madrugada no auge do meu ócio criativo e eu acabo de me descobrir despretensiosamente feliz! Enquanto a cidade descansa, o silêncio é soberano e eu aqui deitado nessa rede, lendo uma deliciosa crônica de Manoel Carlos, ouvindo Gal Costa recitar lindos versos musicados enquanto outras palavras, em pensamento, me libertam...



Bem, o que interessa mesmo em tudo isso é que eu, decididamente, acabo de ser, de me descobrir feliz... imensamente satisfeito com o que tenho e com o que sou. Daquele jeito especial que a gente se arrepia todo e sorri demoradamente de olhos fechados... quem sabe eu até esteja diagnosticando nesse exato momento o meu conceito pessoal de felicidade e digo mais, ele me agrada muito!

 
Para o dicionário português, felicidade quer dizer: ventura, contentamento, bem-estar, boa sorte. Já no inconsciente coletivo tudo é bem mais subjetivo. Imagina-se que ela seja fruto da continuidade de momentos lindos, apoteóticos acontecimentos, grandes conquistas etc. Isso certamente dependerá muito do que cada um carrega em si, mas o certo mesmo é que felicidade de verdade é aquela capaz de transformar qualquer situação em inesquecível sem hora marcada. Felicidade de verdade corresponde a vontade de estar feliz e ela consegue, tranquilamente, ver beleza em tudo!

 
Coisa boa é assim, chega de repente, sem avisar, e quando menos se espera. E nem precisa de motivo especial. É uma notícia, uma ligação muito esperada, um convite oportuno na hora mais conveniente... Se estivermos receptivos, nos invade e pronto. Felicidade é isso. O meu conceito agora é esse.

Já sobre as minhas possibilidades, essas passam a ser incontáveis. As reconheço na  oportunidade de me confrontar com a  poesia de um livro, com as palavras de um sincero pensador. Enxergo ventura na linda voz que retrata e interpreta realidades particulares e ao mesmo tempo tão coletivas. Na inspiração que surge ao fechar os olhos e compartilhar de outros tantos universos... A felicidade percebeu meus prazeres mais íntimos e os está usando pra me fazer aprender mais sobre ela. Tem povoado meus pensamentos, incentivado meus sonhos mais estimulantes e me convidado a crescer de maneira mais “leve”.

 

E digo mais, não é que a tão procurada a felicidade mora aqui em casa! Vive discreta, mas sempre disponível! Está presente na liberdade de não precisar ceder aos compromissos diários e me obrigar a dormir cedo, por exemplo (poder ignorar o relógio me deixa ditoso!). O cheiro e o barulho da chuva nas folhas que ouço agora, o lençol perfumado que me protege do friozinho gostoso dessa madrugada, o suave sussurrar do mensageiro de vento na varanda que me acolhe, o aconchego e a  segurança de ter um lar, a barra de chocolate ao leite inteirinha pra mim, a proximidade do fim de semana e a promessa de tantos mais dias de ócio... e a imagem da pessoa amada sendo admirada em seu sono revigorante! Pois é, “de repente” é tempo suficiente pra gente despertar pra coisas importantes e perceber que elas não estão lá fora...

 
Não existem testemunhas para compartilhar minha ideologia apaixonada agora. Entre um balanço e outro, aproveito pra registrar uma sensação que não tem preço antes de me despedir dela, pois vai dando lugar a um soninho discreto...
“Mero excesso de visão poética”, dirão alguns! Não importa. Expor sentimentos tem seu preço. Essa noite eu fui muito feliz e por hora isso é tudo o que me interessa, pois quero lembrar disso quando acordar!


Apolinário Júnior.
Maceió, 08/07/08.
Música: “E daí?”.
Intérprete: Gal Costa.

Outras palavras...

Aproveitando o clima de reflexão que o poema de Cora Coralina promoveu ontem no blog (e da natural diferença entre as reações), resolvi repostar um texto meu, que foi publicado originalmente em 27/08/09, quase um ano atrás... na ocasião, compartilhei aqui alguns sentimentos muito íntimos, aqueles pensamentos especiais que marcam nossa vida pra sempre.

Taí, minhas humildes palavras revisitadas nessa quinta-feira!
Beijos.
Jr Vilanova.

9 comentários:

CRISTIANE disse...

Sabe o que aconteceu comigo agora ao ler seu texto? Fiquei "daquele jeito especial que a gente se arrepia todo e sorri demoradamente de olhos fechados..."

Impressionante como você retrata bem sentimentos com a sua escrita! Sou mais uma a engrossar o coro: "Lance um livro"!!! Serei a primeira a comprar!

LINDO!
Cris.

Cláudia disse...

Sua FELICIDADE é contagiante Junior!!!! Você é tão verdadeiro nas palavras e na maneira de agir,que essa alegria seja constante em sua vida.

Beijo grande
Cláu-Dinha!

Essência e Palavras disse...

Que encanto...
A madrugada Inspira... Eu sei!

Adoorei!

beejo e boa quinta ta?

Jose Renan disse...

Que texto tocante, muito bonito!... Que belas palavras, gostei muito!...

Felicidade urgente para todos nós!...

E esteja sempre muito feliz!..

lis disse...

Que bonito!
Deu pra sentir o barulhinho da chuva nas folhas, o cheirinho do lençol perfumado , o roçar do vento e até o gostinho do chocolate ao leite( fiquei com um pedacinho ) rs
Júnior, somos felizes, um teto aconchegante , a paz no coração, algumas pequeninas dívidas porque ninguem é de ferro ... rs , sentimentos puros, bons, perdoados , absurdamente profundos . Meditação ... e o soninho bom aparece até o dia clarear.
Obrigada , que nao tenhamos queixas da vida e que ela continue nos dando razoes pra repetir em silencio o nome de Deus e agradecer o nosso quinhão de felicidade nessa confusa realidade do lado de fora.

meus abraços

Uelton Gomes disse...

Olá Junior!

É muito bom quando chega essa sensação de felicidade, já tive essa sensação aparece assim mesmo de repente quando vc menos espera, aparece aquele sorrizinho e vc se descobre que está feliz.

Abraços, Bom final ed semana

Sandro Omena disse...

Nossa! Você conseguiu me tirar do chão ao ler este texto. Para alguns pode ficar a impressão de que estou sempre concordando com tudo o que você escreve e pensa. Sei lá! Mas de uma coisa eu tenho certeza amado, você tem o que muitos leitores esperam ter ao ler um escritor consagrado, o de flutuar na imaginação após um momento de "inflamação" cerebral, e isto com certeza você conseguiu. Parabéns. Escreve logo este livro home.
Beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Olá menino
Tenha uma semana cheia de realizações.
Beijão

mczmendonca disse...

Ai Junior, traduziu pra mim tb a minha felicidade rsrsrs e é isso mesmo "Coisa boa é assim, chega de repente, sem avisar, e quando menos se espera" e tudo isso sem duvida nos deixa de olhos fechados soltando aquele largo sorriso de satisfação por este momento e que mesmo satisfeitos com o agora, é saber que muitos dias assim virão rsrsrs
Abraços e muita luz pra ti meu amigo!!!!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com