quinta-feira, 18 de junho de 2009

Quinta do caos: “Violência e preconceito”.

Abaixo a violência!
Abaixo o preconceito!

É sobre esses dois sentimentos que gostaria de falar hoje! Na realidade não só “falar”, porque esse é um assunto bastante discutido atualmente e eu seria apenas mais um a condenar um hábito nocivo ao bem comum... eu quero mesmo é chamar a atenção para a necessidade de se evitar comportamentos dessa natureza no nosso dia-a-dia! Sim, porque mesmo que por descuido ou desatenção, muitas vezes continuamos pecando pelos mesmos erros... ou excessos!

Não faz muito tempo eu postei um texto de título: “A lição do dente inchado” (http://dapoesiaaocaos.blogspot.com/2009/04/licao-do-dente-inchado.html)! Nele eu transcrevia de sensações nada agradáveis – além das físicas, lógico – que senti ao me perceber exposto publicamente com um dente inchado no rosto... A forma indiscreta como era olhado nas ruas, nos ônibus, em todos os lugares que passei... Por “estar diferente” da maioria, eu simplesmente – talvez até involuntariamente – fui bombardeado por olhares indiscretos e invasivos que me constrangeram muito, pois eu não estava daquele jeito por uma opção e as pessoas pareciam não se preocuparem com isso, não se colocavam no meu lugar para quem sabe amenizar o meu constrangimento... Os olhares eram sempre intolerantes!

Na ocasião do post eu mencionei a potencial dificuldade dos que sofrem com algum problema físico, com alguma deficiência que, ao contrário do que aconteceu comigo, são irreversíveis! E imaginei como seria uma vida inteira nessas condições – menos pela deficiência e mais pelo desafio de conviver com as cruéis desatenções de seus semelhantes, seja através de um olhar, um gesto ou um comentário infeliz.

O que me faz hoje voltar ao assunto, e mais, classificá-lo como “caos”, são as demonstrações de intolerância e violência que assistimos nos últimos dias, durante a “Parada do orgulho Gay de São Paulo”! Como se preconceito já não fosse um péssimo exemplo, dessa vez ainda existiram manifestações lamentáveis e covardes de violência gratuita servindo de palco para homofobia - é um termo utilizado para identificar o ódio, aversão ou a discriminação de uma pessoa contra homossexuais ou homossexualidade!

Coisa triste, né gente? Fico me perguntando que sentimento nocivo é esse que impulsiona as pessoas a agredirem umas as outras simplesmente por serem diferentes! Oras, todos não gozamos naturalmente desse direito? – de sermos diferentes uns dos outros -. Até o Criador do Universo concedeu aos seus discípulos/ filhos/ fiéis/ seguidores/ incrédulos – ou seja, todo nós – um direito chamado: livre arbítrio! Então pra que se perder tempo analisando a vida dos outros no intuito de produzir julgamentos, ou pior, como aconteceu essa semana, agredir, maltratar, MATAR! Isso beira a irracionalidade! Convenhamos, não somos mais “homens da caverna” pra querermos resolver tudo na base da pancadaria! Não faz sentido chegar ao século XXI nos comportarmos como trogloditas!
Não se trata nem de querer “levantar bandeira”, nada disso, nem acredito nessas coisas, acho inclusive que isso só aumenta a polêmica em relação a qualquer assunto, mas faço aqui o meu PROTESTO contra a violência e contra o desrespeito pelos direitos que todo cidadão possui e que são – ou deveriam ser - garantidos por lei!

Para quem não sabe o que aconteceu, durante o evento, um bando de descontrolados em fúria praticamente lincharam um (s) participante (s) da Parada de São Paulo, que, depois de passar alguns dias de luta pela vida na UTI, não resistiu e morreu nessa quarta-feira! As imagens da ação dos bandidos são chocantes – desculpe, mas alguém com um comportamento desses não pode ser chamado de outra coisa! Os noticiários, mesmo que meio em cima do muro, mostraram as imagens no ar...
O outro infeliz - e tão chocante quanto – incidente foi quando um “cidadão”ou vários deles -, se deu (deram) ao trabalho de montar uma bomba de cunho caseiro e jogar da sacada de seu apartamento, que pelo que entendi localiza-se um bairro de classe média da capital paulista (Largo do Arouche), em cima dos participantes da passeata! Resultado? Mais de 20 pessoas feridas com os estilhaços! “A pessoa que arremessou não sabe quem estava ali, se era gay ou não. Somos todos pessoas”, afirmou o operador de telemarketing Márcio Lima Santos.

Tenho até uma opinião sobre a origem do atentado: talvez o “arremessador de bombas” seja mais um “Zeca” (Personagem do ator Duda Nagle na novela “Caminho das índias”) da vida real, pois eles existem aos montes e agora, graças ao olhar crítico e social de Glória Perez, tanto eles, como os pais/patrocinadores, estão sendo levados a “julgamento” através da opinião pública!

Quem sabe esse alguém tenha feito “uma simples brincadeira” no intuito de se divertir um pouco com o sofrimento alheio... afinal, o que não faltam por aí são sádicos dessa natureza! Agora só resta esperar para saber se teremos essa resposta um dia ou se a polícia de São Paulo, por se tratar de um crime envolvendo minorias, deixará o fato ao encargo da “Justiça divina” (a única que funciona, não é assim?)

É contra esse tipo de comportamento que escrevo hoje! É contra todo tipo de preconceito que escrevo e escreverei sempre! E é por acreditar que atitudes como essas não representam o cotidiano da maioria das pessoas de bem é que continuo confiando na possibilidade de num futuro melhor para TODOS!

Algumas fontes da notícia:

http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL1196685-5605,00-FERIDO+APOS+PARADA+GAY+HOMEM+DE+ANOS+SEGUE+INTERNADO+NA+SANTA+CASA.html

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u581423.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u581423.shtml

http://www.meionorte.com/noticias,bomba-deixa-feridos-na-parada-gay,75132.html


Boa quarta-feira, pessoas!

Obrigado pela visita!
Beijão...
Jr.

3 comentários:

Guilherme Ramos disse...

É, cara. Esse mundo tá perdido mesmo.
Esse (i)mundo precisa mudar.
Mas a mudança começa na cabeça da gente.
Já seria uma boa forma de começar.

XERU GRANDE!

Gui.

NANDITA CAYMMI disse...

Meu, rei... vc tirou as palavras da minha boca. Vi essa notícia e fikei deveras irritada com essas coisas que aconteceram. O preconceito é nojento. Nao sei nao... eu me irrito profundamente!
Concordo com vc no post de hoje, pois, como sempre , é muito pertinente.

bjos,

Anônimo disse...

Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo!

Paz, muito amor e Deus em nossos corações sempre!!!

Uma ótima sexta feira a todos!!
Dinha

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com