segunda-feira, 15 de junho de 2009

Notícias do fim de semana:“Bem mais que os meus 30 e poucos anos”

Pra não perder o costume: Saudades do meu blog!


Pensei em dar notícias durante o feriado e fim de semana, mas infelizmente, ainda não foi dessa vez que resolvi o meu problema de internet em casa! Tentei, juro que tentei, aliás, venho tentando insistentemente, mas parece que o negócio é mais difícil do que aparenta... não tem criatividade, coleguismo, 3 G, 3GG, reza forte ou mandinga que dê jeito e desse jeito eu nunca me ajeito ("podre" a riminha, eu sei)! Já fiz de tudo, fico sempre a ver navios! E assim eu dou mais uma explicação sobre a falta de notícias dos últimos dias! Porém, o que importa é que a segunda-feira sempre chega e quando isso acontece, as distâncias virtuais outra vez diminuem!

Quer saber o que eu trago de novo? Mais um ano de vida no currículo! Acabo de entrar num novo ciclo, que para numerologia é representado pelo “ano 2. Nem sei bem o que isso representa, mas tenho uma convicção forte que afirma que continuo forte pra recomeçar - ou continuar. Apto aos meus potenciais recomeços.

Sabe, quando eu era adolescente, vivia me cobrando coisas, sempre achando que estava perdendo tempo. Tinha pressa e se algo não fosse realizado ali, achava que perderia aquela chance pra sempre! Aos 18, a sensação era a de estar ainda mais velho, ter ainda menos tempo e estar a cada dia mais distante dos meus objetivos! Daí, dos 21 aos 25 anos, me permiti parar ara analisar minha trajetória até ali até poder entender mais sobre a soberania do tempo em nossas vidas... fui constatando que aquela história de que “nada é por acaso” fazia muito sentido e que nenhuma outra hora poderia ser mais adequada para certas conquistas do que o hoje! Talvez agora, aos 32 anos, eu tenha finalmente chegado ao meu “HOJE”!

As vezes me deparo com realidades semelhantes a minha ansiedade adolescente. Vejo pessoas próximas no auge da sua inevitável e natural imaturidade, se jogarem violentamente sobre um muro de ilusões na tentativa de antecipar sensações e descobertas prematuramente, deixando pelo caminho tantas outras que mereciam um pouco mais de atenção, de envolvimento! E digo isso porque se você me perguntar qual a grande lição que tiro da vida ao completar trinta e duas primaveras, já posso afirmar: sempre dá tempo! Que quando chegar a hora certa a vida vai dizer “sim” e nesse momento as coisas acontecerão naturalmente, livremente, sem maiores esforços! Então é isso, apenas viva! Saiba aonde quer chegar e siga em frente! Um dia após o outro, aproveitando aquilo que cada idade lhe oferece em abundancia e deixando o rio da vida seguir seu curso sem interrupções.

Bem, mas filosofias de vida a parte, tava constatando outras coisas em relação ao tempo... tempo esse que me permitiu, entre outras coisas, ser parte integrante da história - Da mesma forma que você que está lendo é ou será!-. É que desde o descobrimento do Brasil até os dias de hoje as gerações vão se renovando e escrevendo – ou assistindo alguém escrever – o destino do planeta e, claro, eu em minhas viagens filosóficas também penso nisso! Reflita: Quantas mudanças importantes aconteceram no nosso cotidiano desde 1977 (ano em que eu nasci)? Se olharmos pra trás – e esse fim de semana eu olhei -, por qualquer ângulo, descobriremos fatos marcantes que, apesar de aparentemente simples, ditaram novos rumos a humanidade! Quer exemplo, né? Imagine você, interagi com a época da predominância dos vinis, das fitas k-7, VHS e me encantei com o reacionário surgimento do compact disc (o cd e posteriormente o DVD, num período onde o vídeo cassete era soberano!)! Fui aluno do extinto curso de “editor de texto”, ou seja, aprendi a manusear uma máquina de escrever, indispensável para época, mas que hoje em dia passaram a causar estranheza pra quem se depara com uma! Comprei com o cruzeiro, com o cruzado e agora tento administrar o meu real! Vi o surgimento do telefone celular numa época em que o máximo de modernidade telefônica que se tinha eram os telefones sem fio! Alcancei a época em que os televisores ainda transmitiam a imagem em preto e branco e a TV colorida era privilégio de poucos! Assisti nelas o programa do “Chacrinha” todos os sábados, “Os Trapalhões” todos os domingos, o inesquecível “Balão Mágico” com Simony e Fofão e o insuperável “Show da Xuxa” todas as manhãs, as primeiras versões do “Sítio do Pica-pau Amarelo”, a novela “Roque Santeiro”, o seriado “O Bem Amado”...

Lembro dos clipes antológicos do Fantástico, de aparições televisivas de Clara Nunes, Elis Regina, Tim Maia, Tom Jobim, de Luiz Gonzaga, todos ainda vivos. Das entrevistas de Cazuza e sua luta contra uma doença nova e aterrorizante até de se ouvir falar, do poeta Renato Russo no auge do seu processo criativo, fui a uma show de Cássia Eller e testemunhei o Olodum “balançando o Pelô”como na canção de Caetano - no surgimento de um novo estilo musical: a “axé music”- pois é, conheci o Chiclete com Banana antes dos “chicleteiros”, pulei ao som do furacão loiro Márcia Freire no Cheiro de Amor e da Banda Me,l acompanhei Ivete Sangalo, ainda imatura e insegura, nos primeiros shows da Banda Eva e o vulcão Daniela Mercury no auge de sua erupção!-. Dos célebres anos 80 e aquela ebulição cultural e musical...

Andei de “Brasília amarela” e de “Fusca branco”! Tive contato com os primeiros computadores que surgiram no mercado em substituição as já citadas máquinas de escrever... enormes, complicados, inovadores e fascinantes! Estava por aqui quando a internet começou a invadir as casas no mundo inteiro e o planeta, que era distante demais em todos os sentidos, falar em globalização e diminuir significativamente as fronteiras do conhecimento! E teve também o primeiro – e espero que o único - Impeachment de um Presidente brasileiro, a eleição do primeiro presidente negro americano, o maior atentado terrorista de todos os tempos num 11 de setembro!

Pois é, convenhamos que 32 anos é tempo suficiente pra acontecer o imprevisível! Na realidade nada é previsível e imutável! Somos e estamos em eterna transformação... e, apesar de algumas profecias pessimistas, isso não tem dia, nem hora para mudar! E hoje é dia de agradecer ao universo e a vida que me trouxe, firme e forte até aqui!

Boa semana pra todo mundo, amanhã estou por aqui para os agradecimentos!!!

Jr.


video
Música:"Lema", interpretada por Ney Matogrosso.

"Não vou lamentar a mudança que o tempo traz, não


que já ficou para trás e o tempo a passar sem parar jamais


já fui novo, sim, de novo, não, ser novo pra mim é algo velho


quero crescer, quero viver o que é novo, sim


o que eu quero assim é ser velho.


Envelhecer, certamente com a mente sã


me renovando,dia a dia, a cada manhã


Tendo prazer, me mantendo com o corpo são


eis o meu lema, meu emblema, eis o meu refrão


Mas não vou dar fim jamais ao menino em mim


e nem dar de não mais me maravilhar diante do mar e do céu da vida


e ser todo ser, e reviver a cada clamor de amor e sexo


perto de ser um deus e certo de ser mortal


de ser animal e ser homem


Tendo prazer, me mantendo com o corpo são


eis o meu lema, meu emblema, eis o meu refrão


Eis o meu lema, meu emblema, eis minha oração"

4 comentários:

NANDITA CAYMMI disse...

misericórdiaaaaaaaaaaaa...
num fala em 30´s nao...
me lembro de minha crise pré 30. rs...
ainda to com 27, mas isso ta me preocupando...
sei q é bobagem... passar o tempo faz parte. mas confesso que estou nessa. hauahuahauhauha!
BJos

Angélica disse...

Meu amigo és velhinho em, quantas histórias. Beijossssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

Anônimo disse...

AAhhh tou já entrando na casa dos 30 tb meu amigo...adorei recordar os velhos tempos, muita coisa boa q deixa saudade!! ótima semanaaa!!
ainda bem q voltou o blog, tava preó já!
Dinha

Josianne disse...

Adorei seu túnel do tempo!!! Espero ter um histórico tão legal quanto esse daqui a alguns anos.
Pena que não existe hoje em dia a mesma mágia dos programas de tv, espero ter boas histórias com os nossos presentes cantores.
Desejo mais 32 anos de vida, e o ano 02 significa colher, viu?? Realizar tudo o que vc plantou ano passado.Boa sorte na colheita.
Bjão.

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com