quinta-feira, 7 de maio de 2009

Quinta do caos:"Deu a louca no tempo"


“O que nós podemos dizer, hoje já com alguma certeza, é que esse tipo de fenômeno extremo, como chuvas abundantes que quebram recordes históricos na Amazônia e no Nordeste, a seca persistente em partes do Sul e no Uruguai e Argentina, é um quadro muito esperado em um planeta que está em aquecimento.” Carlos Nobre - Climatologista.

Hoje pela manhã, no Bom Dia Brasil da TV Globo, assisti um pronunciamento do climatologista Carlos Nobre em relação ao quadro maluco que o clima do Brasil vem apresentando. Enquanto o Norte e o Nordeste, regiões tradicionalmente quentes, submergem sobre as chuvas torrenciais dos últimos dias, o Sul do país, com tradição em invernos rigorosos, geadas, chuvas de granizo e neve, arde com um quadro digno de "Vidas Secas", de Graciliano Ramos!

Segundo ele, o problema está sim ligado ao temido - e as vezes contestado – aquecimento global! Ele bem lembrou que situações assim - de muitas chuvas no nordeste e estiagem no Sul – já foram registradas em outras ocasiões, porém, não com tanta intensidade e geralmente provocados em decorrência de ações com “La Niña”. Para o especialista, os acontecimentos de agora são fenômenos extremos, demasiadamente violentos, provocados pela elevação de temperatura do planeta e em especial do Brasil. O acúmulo de gases de efeito estufa está tornando o mundo mais quente.

No Maranhão, as vítimas passam de 155 mil. No Ceará, mais de cem açudes transbordaram e o resultado são mais de 107 mil pessoas atingidas, sendo que 5.892 estão desabrigados e 12.712 estão alojados em casas de parentes ou amigos. No Piauí, 19 municípios foram atingidos, sendo que 14 já decretaram estado de emergência. Em Salvador ainda não li nada sobre os números, mas não são tão diferentes (Me ajuda aí, Nandita!).
Na região Norte, é no Estado do Amazonas onde se encontra o maior número de municípios atingidos, 38, com 265.958 pessoas afetadas, entre as quais 44.609 estão desalojadas e 9.629 desabrigadas. Segundo as previsões metrológicas, os estados atingidos ainda não podem sair do estado de vigília, principalmente no nordeste, onde as chuvas devem permanecer até o fim de semana.

Agora imagine, por outro lado, a estiagem no Sul é tão assustadora que as Cataratas do Iguaçu, no Paraná, símbolo máximo da abundancia das nossas águas, apresenta hoje um cenário impressionante. O estado enfrenta a pior sêca dos últimos 30 anos e com isso a queda de água que habitualmente conta com uma vazão na ordem de 1,3 a 1,5 milhão de litros por segundo, hoje encontra-se com apenas 300 mil litros por segundo, média que contrasta nitidamente com a habitual. Até parece coisa de filme de Hollywood, digo, um filme de catástrofe “Hollywoodiano” – Se agente for reparar, essas ficções estão ficando cada vez mais realistas. Seria a vida copiando a arte? -. Parece que alguém foi lá e simplesmente "fechou as torneiras" (alguma sugestão de quem teria feito isso?)

Além do cenário desolador e decepcionante para os visitantes, ainda tem o lance do lixo! Sim, não é só na praia onde moro que as pessoas abandonam ou jogam suas porcarias em qualquer lugar, em Foz de Iguaçu também acontece - Eu não disse que o problema é geral? -. Os ambientalistas e voluntários aproveitaram a diminuição no volume das águas nas Cataratas e fizeram uma grande faxina nos lagos, abaixo das cachoeiras. Resultado? O mesmos que eu encontro em Riacho Doce, Maceió- AL: garrafas peti, plásticos, pilhas, guarda-chuva quebrado, cd e pasmem, milhares de moedas! Pois é, nós (enquanto turistas), chegamos nos lugares e pensamos: “Vou levar uma concha pra casa, só uma, não vai fazer falta na natureza”... “Vou por esse caminho proibido, só uma pessoa desrespeitando as regras não vai fazer diferença alguma... “Vou arrancar essa flor, só uma, não vai fazer a menor diferença pra uma mata tão grande”... Se realmente fosse uma única concha, uma única pessoa a burlar as regras ambientais ou a arrancar uma flor de determinada localidade, tava tudo certo!

FOZ DO IGUAÇU ANTES

FOZ DO IGUAÇU HOJE

O problema é que os procedimentos errados se repetem corriqueiramente, a cada nova visita de cada novo turista e no caso de Foz do Iguaçu, o simples hábito – ou tradição - de se jogar uma moeda nos rios, vem causando um grande desequilíbrio no local. A maioria delas está misturada a algas e por esse motivo, impossibilitadas de serem retiradas! Uma só moeda talvez não fizesse diferença, porém, milhares delas ali, enferrujando, de alguma forma comprometerão o ecossistema local!


No Amazonas, as pessoas ilhadas, além de se preocuparem com o volume crescente das águas, precisam estar vigilantes com os animais que também tentam se abrigar. O Repórter do jornal disse: “As pessoas estão ameaçadas por cobras e jacarés que estão cercando as casas”... Em seguida uma senhora dá um depoimento: “Tem muita cobra, ontem mesmo eu matei cinco na árvore”... Pobre das peçonhentas! Só uma mulher matou cinco cobras, enquanto as cobras, segundo os índices oficiais, não mataram ninguém ainda! Nessa proporção, se as coisas continuarem nesse pé, depois que as coisas voltarem ao “normal”, as pessoas no Amazonas precisarão se preparar para enfrentar uma praga de ratos e sapos, que sem as cobras para manter o devido equilíbrio, farão a festa não só nas portas, mas dentro das casas também.

É gente, o mundo tá de cabeça pra baixo! Se correr o bicho pega, se for ficar... melhor mesmo é mudar os hábitos e assumir uma postura mais consciente pelo bem de todos, até das cobras.


Para quem não puder ajudar diretamente, vamos nos concentrar e enviar muita energia positiva para todos que estão passando por essas provações! É só incluir em nossas orações diárias, os rostos sofridos que estampam os noticiários!

Que as coisas possam se ajeitar em breve, que essas pesoas possam reconstruir suas vidas e que a humanidade consiga absorver algo de positivo de suas tragédias, mudando atos e conceitos antigos!

Falei!

Aquele beijo...

Jr.

1 Comentário:

andressa disse...

eu voltei heim padrinho,ai esse negocio de foz do iguaçu de jogar moedas é louco mesmo eu ja fui la 2 vezes e confesso que ja joguei uma moedinha la,é um lugar muito lindo fui la no ano passado e nesse ano e pretendo e la ano que vem e prometo que ñ jogarei mais moedinhas la kkk, se bem que eu acho que num vai fazer muita diferença pq eu sou mais uma de milhares que passa por la.beijão e brigaduu eu to de volta viu

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com