segunda-feira, 4 de julho de 2011

COMER, LER E VER!



O que mais pode combinar com uma boa pizza de mussarela de búfala, tomate seco e rúcula? Filme, claro! E foi esse o programa que escolhi para terminar o meu fim de semana com o mínimo de distração: assitir um bom filme e ler um bom livro.


Sabe como é, o tempo vai passando e os programinhas mais tranquilos vão ficando cada vez mais presentes na vida da gente... quer dizer, pelo menos na minha! Vão tomando o lugar das multidões, do barulho, dos empurrões, da dificuldade para estacionar, das filas para pagar as contas no fim da noite e outras coisinhas insuportáveis que em outros tempos passavam despercebidas. Às vezes fico até na indecisão, no tal do "vou ou não vou", e termino ficando de fato... mas correndo aqui pro blog na segunda-feira pra falar da escolha certa! Vamos a elas...

 Pra ver...


Primeiro uma sugestão complexa no melhor dos sentidos. Daquelas que exigem da gente uma posição, sabe do que eu tô falando? Filmes que colocam nossos conceitos e crenças à prova? A cada nova cena parecem perguntar: “e você, o que acha... o que faria... no que acredita”? Foi isso que senti ao assistir o nacional “Quanto custa o amor?”, 2009. De cara já pude identificar um dilema em mim: seria uma trama pessimista ou realista? Uma droga ou uma oportunidade para encarar a realidade? Ele fala apertamente de solidão, frustrações, amores não correspondidos e por aí vai. Tende agradar a alguns... e a desagradar a todo o resto! Paciência.
São três histórias acontecendo simultaneamente na cidade de São Paulo, que aliás, é quase sempre o cenário perfeito para quem quer falar desses assuntos, já notaram? Bem, particularmente gosto de filmes assim, que fogem do formato “comercial engraçadinho”, que não são nada previsíveis e é por isso que vou recomendá-lo. Mais pelo que senti e menos pelo o que você possa achar dele. Ah, outro detalhe: trata-se de um filme do tipo multiplot! Sabe o que quer dizer isso? Eu também não sabia: obras que não obedecem ao princípio da narrativa única, com protagonista, antagonista, peripécias e desfecho. Pois é, vivendo e aprendendo... vendo e revendo filmes e conceitos!


Pra ler...


Mulheres do meu Brasil, aceitem um sugestão sincera: não passem por essa vida sem ler Martha Medeiros! Não seria justo! Sim, pois se até a mim que pouco entendo sobre o universo feminino ela consegue impactar, imagine o que ela não pode fazer por vocês! Acabei de ler o livro "Fora de mim" da escritora e adorei. Prova disso é que eu, geminiano preguiçoso, comecei a ler de manhã e pouco depois do almoço já estava comentando as partes que mais gostei com ares de especialista no assunto!
Ganhei o livro de presente das amigas Lília e Lígia, que em outra palavras me disseram: "acredita"! Acreditei e o resultado é que assim que tiver uma oportunidade, presentearei algum amigo interessado em sentimentos e complexidades da alma humana com um exemplar! Impressionante a inteligência, o bom humor e a precisão de Martha ao retratar o que pra muitos seria quase que impossível. Conheço pessoas que facilmente passariam por uma vida inteira e não conseguem traduzir em palavras metade do que é dito nesse livro! Preciso dizer mais alguma coisa? Vai lá, compra o seu, pega emprestado ou sugira como um bom presente... cê vai adorar!


...
Bom início de semana, que muita coisa boa nos aconteça!
Jr Vilanova.

2 comentários:

Confissões de uma borboleta disse...

Excelentes dicas...
O filme levarei a sério.
E Martha já leio...perfeita como só ela.
Beijos

Sandro Omena disse...

“A espantosa realidade das coisas
É a minha descoberta de todos os dias.
Cada coisa é o que é,
E é difícil explicar a alguém quanto isso me alegra,
E quanto isso me basta.
Basta existir para se ser completo.”
(Fernando Pessoa)

É como me sinto hoje plenamente!
Grande beijo e ótimo fim de semana

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com