segunda-feira, 17 de maio de 2010

'IDÉIAS E PENSAMENTOS'

Praia de Riacho Doce-Al (Foto: Jr Vilanova)

É com a imagem que me deparei no domingo de manhã ao acordar que inicio o post de hoje... um presente para todos! Acabo de chegar para as minhas já conhecidas: 'notícias de fim de semana'!

Segunda, dia pra blogar com tranquilidade  e contar novidades. Adentremos alegremente a mais uma abençoada semana 'blogosférica' enquanto o mês de maio segue 'na valsa' como diz a velha máxima.  Espero poder reencontrar os amigos novamente  para  continuarmos a tecer, plenos de inspiração, a nossa teia de idéias e pensamentos!

Pra não perder o costume, como normalmente acontece, trago pra dividir com vocês um pouco daquilo que andei vendo, lendo e ouvindo nos últimos dias (essa fala vocês já conhecem)... lembrado apenas que não sou crítico especializado, nem estou dando conceitos definitivos a absolutamente nada, só expondo, carinhosamente, minhas impressões. Vamos a elas: 


"Ode a Alagoas"...

Juro que não se trata de bairrismo... se meu estado não tivesse de fato o que mostrar, e mais ainda, o que revelar, juro que não estaria  fazendo menção a esse livro aqui no blog hoje!  É  que com o apoio do Governo do estado de Alagoas e  da  Secretaria de Cultura, a  bela empresária (e ex-secretária de turismo de Alagoas, vale lembrar) Thereza Collor acaba de lançar: "Alagoas, um olhar"! Este é resultado de uma pesquisa de aproximadamente oito anos, onde, em 420 páginas e nove capítulos, Thereza  traça  um   perfil  completo da "Terra dos Marechais", mesclando  sua  rica história (certamente através de seus filhos ilustres, como: Marechal Deodoro, Floriano Peixoto, Zumbi dos Palmares, Calabar, Graciliano Ramos, Jorge de Lima, Aurélio Buarque de Holanda etc) com  cultura,  artesanato, a peculiar hospitalidade nordestina, além claro, de inúmeras imagens estonteantes das nossas belezas naturais! “O livro é um sonho muito antigo, ainda de quando era secretária de turismo do Estado, e sentia muita falta de um material que falasse de Alagoas como um todo”, comentou Thereza em entrevista.
Muito mais como Turismólogo de formação do que  como alagoano, posso afirmar: esse é um estado com um potencial turístico fantástico, só que, infelizmente, esbarra na falta de sensibilidade de seus governantes e em pouquíssimos investimentos para o desenvolvimento de um turismo sustentável (que engloba desde a preservação ambiental até a conservação da cultura, costumes e da história)!
Embora já esteja a venda em outras capitais desde o seu lançamento - que aconteceu em 14/04, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo - curiosamente o exemplar ainda não chegou por aqui, todavia, essa será uma das minhas próximas aquisições (momento em que poderei fazer novas considerações sobre o mesmo)! Se é verdade que o "Brasil não conhece o Brasil", eis aí uma excelente oportunidade para diminuirmos  nossas  distâncias!

"Ouça"...

Na realidade essa dica musical eu gostaria de ter  repassado na segunda-feira que antecedeu o dia das mães, visto que  ela poderia representar uma boa sugestão para os filhos indecisos... tem nada não, já me adianto pro ano que vem, então! O cd "Maysa, esta chama que não vai passa" saiu em 2007 pela gravadora Biscoito Fino, mas é o tipo de trabalho que podemos classificar como atemporal (costumo dizer que música de qualidade não possui prazo de validade... e não tem mesmo). Trata-se de um tributo constituído  por  20 sucessos imortalizados pela cantora paulista, só que em versões inéditas, nas vozes de medalhões como: Alcione (que interpreta lindamente "Ouça"), Ney Matogrosso (com a antológica "Meu mundo caiu"), Maria Bethânia (cantando "Quando Chegares"), Beth Carvalho (Com "Bom dia, tristeza", de Vinícius e Adoniram Barbosa), Cida Moreira (com "Adeus", uma das minhas faixas preferidas), além de  Zélia Ducan, Leila Pinheiro, Edson Cordeiro, Arnaldo Antunes, entre outros.  
No encarte, além de um texto emocionante escrito pela própria Maysa, existem belas fotos da  cantora e mini-textos trazendo curiosidades sobre as gravações das faixas. Taí um caprichado trabalho dirigido por Thiago Marques Luz que merece ser prestigiado! Eu recomendo.

"Veja"...

Queridos, vocês já  assistiram ou ouviram falar no filme "Besouro",  um longa-metragem  nacional de ação que fora lançado  em 2009? Ele ficou pouco tempo em cartaz (pelo menos na minha cidade) e talvez por isso tenha passado despercebido por muitos. Contando com o auxílio de Huen Chiu Ku, coreógrafo chinês discípulo de Yuen Wo Ping - com quem trabalhou em “Matrix” e “O tigre e o dragão” - a trama assume um feito inédito: o de retratar nas telonas, pela primeira vez,  a estória de um  herói tipicamente brasileiro!  Besouro,  tenta reproduzir a Bahia dos anos 20 e foi todo gravado entre a  Chapada Diamantina e o Recôncavo baiano. Seu personagem principal, um mestre na arte da capoeira descendente de escravos, representa um  símbolo da luta pelo reconhecimento da cultura negra no Brasil... até hoje é  tido por muitos amantes do esporte como um ícone.  Seu espírito de lutador  costuma  visitar  terreiros de candomblé da Bahia e nas músicas cantadas nas rodas de capoeira, o personagem é  mencionado como Besouro Mangangá.


Precisava falar dele. É que estamos  tão acostumados a valorizar heróis importados, personagens americanos, japoneses, os esportes estrangeiros, que ver uma aposta como essa virar realidade com tamanhos efeitos especiais (dignos de Hollywood), com uma qualidade de imagem incrível e com tanto respeito à cultura negra brasileira é algo fantástico. Entre lutas de capoeira e a proteção dos orixás afro-brasileiros, "Besouro" recria  essa verdadeira lenda, mantendo-se  fiel aos sentimentos de um povo "que viu a crueldade bem de frente e ainda  produziu milagres". No elenco, propositalmente, nomes ainda desconhecidos do grande público, como: Aílton Carmo (no papel principal), Anderson Santos de Jesus, Jessica Barbosa, Flavio Rocha, Irandhir Santos, Macalé, Leno Sacramento, Chris Vianna, Sérgio Laurent etc.
Me entendam, não estou tentando dizer com isso que o filme é imperdível, por favor não confundam... independente da minha opinião sobre o conjunto da obra, só acredito que  a  iniciativa do diretor João Daniel Tikhomiroff merece ser prestigiada pelo que se propõe! Quem pensar como eu, procura a locadora mais próxima!



Pois é, se era pra falar, falei! Tentei me segurar ao máximo, mas como vocês vêm...rs... 
Volto na quarta, tá? A gente se vê!
'Vamo que vamo que dá'...
Jr Vilanova. 

12 comentários:

carol sakurá disse...

Oi,querido!
Quanta inspiração!
Bela imagem.É certo que acordar com imagem dessas alterna os nosso rumos e pensamentos.
Ótima semana!
Bjs,querido!

Uelton Gomes disse...

Esse filme Besouro é muito bom! Vale muito a pena assistir1

Abraços

Cláudia disse...

ótima dicas Júnior!!!...vou conferir todas!!!
beijo meu amigo
saudades

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Tenho certeza que seu Estado é maravilhoso, ainda vou conhecê-lo. Quanto ao livro, deve ser realmente uma coletânea muito bonita, o filme eu não vi, mas agora fiquei curioso.
Tenha uma ótima semana
Bjux

Valéria Sorohan disse...

Adoroooo a introdução de seus posts, é um tira gosto que faz com que nosso apetite devore tudo em seguida.
Valeu as dicas!!
BeijooO'

Essência e Palavras disse...

Como gosto de estar aqui!
Suas palavras me encantam.

Dica otima do filme!

beeejao meu amigo lindo. boa semana!

CRISTIANE disse...

Nossa, que privilegiado você, menino... nada mal acordar diante de tamanha beleza, parece um paraíso!

Suas dicas, como sempre, maravilhosas e de extremo bom gosto... onde me deparar com elas, tenha certeza, vou comprovar tudinho!

Beijos da Cris.

Renan disse...

Como sempre as dicas estão de muito bom gosto, literatura, musica e imagem, que mistura perfeita!... Pra que Matrix se já temos Besouro, já imaginou em cinema 3D!...
Valeu Muito!...

Sandro Omena disse...

Junior,
Bom dia meu querido! Bela imagem que você tirou do quintal de sua casa, nos passa tranquilidade, paz e harmonia. Isto é uma prova do que o nosso estado tem de belo naturalmente falando. Imagino o trabalho de Tereza Collor, esta personalidade linda, onde deve mostrar inúmeras imagens perfeitas do nosso espaço. Enquanto isso devemos aguardar chegar por aqui né! Fazer o que! Quanto ao CD de Maysa, realmente é belo, escutei algumas faixas no ap de um amigo, e me apaixonei de imediato. Confesso que não conhecia muita coisa sobre a artista, e fiquei vislumbrado com o que ouvi. Quero ouvir mais! Me convida, né! rsrsrs. O Filme Besouro, de fato, não ouvir falar. Preciso conhecê-lo rápido já que trata da cultura brasileira, pois bem sabemos querido o quanto que somos ricos na cultura de um modo geral.
Abraço
Fica com Deus

Persio Presotto disse...

ei, junior, gostei do blog. to te seguindo. abraço, pp

Dalva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dalva disse...

Oi, Junior!

Hoje é domingo, dia de matar a saudade dos amigos queridos da blogosfera... e um passeio pelo seu blog é sempre garantia de boas dicas culturais!
O livro é de dar água na boca, a julgar pelas lindas paisagens de Alagoas e pela riqueza história de seus personagens mais famosos...
Mas o que mais gostei foi da dica do CD em homenagem à Maysa... vou comprar amanhã, mesmo!

Parabéns por estar sempre divulgando o talento nacional, como esse do herói Besouro... personagem tão desconhecido pelo seu povo quanto, como tantos outros...

Beijos!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com