domingo, 28 de março de 2010

'QUANDO O AMOR MODELA'


Por várias vezes, em várias situações cotidianas, não me reconheço mais. Culpa do amor! Desde que ele entrou em minha vida, chegou decidido a transformar todas as minhas certezas, desconstruir todas as minhas convicções... e fez... e de certa forma eu permiti que o fizesse! Talvez precisasse muito disso e estivesse surdo. 
 


Antes de me deixar tocar, achava que podia viver longe dos seus efeitos, dos tais sentimentalismos, que passaria muito bem sozinho e por muito tempo ainda... agora cá estou eu, mal acostumado e dependente... e "sorrindo e achando lindo"... o amor remodelou minha vida!

Antes de saber o que de fato significava "estar apaixonado", me julgava emocionalmente auto-suficiente. Nada mais parecia ser capaz de me tirar do eixo! Só mesmo depois do encontro com um safado de um cupido é que minhas defesas caíram por terra. De repente não tinha certeza de mais nada, aliás, tinha sim, a de que estava demasiadamente acostumado com a eterna espera de alguém que coubesse nos meus sonhos - como bem disse cazuza - ou algo muito próximo disso. Titular do time dos supostamente "muito bem sozinhos", não precisava de ninguém! Egoisticamente eu tinha a mim, a melhor companhia por sempre dizer "sim" e a pior eu sempre mandava embora de manhã!


Mas eis que o tempo - o verdadeiro professor - passou "como vento quebrando as vidraças" (agora estou falando de Vercillo) e me mostrando quão frágeis eram aquelas velhas convicções, que de tão duvidosas precisavam ser conservadas longe do alcance de todos, blindadas em lugar inacessível! Toda e qualquer ação externa estava sujeita a um interdito imediato, por vezes involuntário e inconsciente. Amar me trouxe lucidez e foi aí que aprendi a enxergar novos caminhos.

Bem, toda essa reflexão é só pra dizer, principalmente a você que mudou minha vida e está momentaneamente longe, que estou morrendo de saudades! Que toda vez que não está por perto percebo o quanto a minha vida está ligada a sua e que todo tempo que eu perdi me esquivando da paixão foi recompensado ao conhecer você! Agradeço por me salvar!


No fim, aprendi que o amor é uma eterna saudade e um insistente ciúme; uma decepção absoluta e uma adoração incondicional; uma insegurança desgraçada e uma cofiança que faz despir os sentimentos mais sigilosos; é a confiança e a segurança de se ter cumplicidade... Amanheci como esse domingo, indeciso, não sabe se chove, não sabe se brilha forte... quando você chegar eu decido!


Apolinário Júnior.
Música: "Ruas de outono"
Intérprete: Ana carolina e Zizi Possi
Foto: Internet.

12 comentários:

Rafaela Andrade disse...

Ah... que lindo!!! Acho que faz parte do romance. O amor está em quase todos os blogs que entrei até agora, isso é bom. Estamos precisando nos relacionar mais, afinal, é muito bom!!!
Bom domingo pra ti! Beijos!

lis disse...

Declaraçao de amor em plena madrugada ao som de Ana Carolina e Zizi Possi. Covardia!! rsrs
Bonito Júnior! Muito.
Nao quero falar nada, pra nao macular o som do amor.
Estava aqui já achando uma delícia a letra que acabei de ler de Zeca Pagodinho , o cara também num amor louco querendo dar a amada um gato angorá , uma cortina pra enfeitar a janela e ainda uma faixa amarela pintada com o nome dela, achei deliciosamente romântica, e agora vem voce dizer que o amor traz lucidez , derruba as defezas e fragiliza ,que o amor é uma eterna saudade e um insistente ciúme ,
Vou dormir rs pra ver se acordo envolvoda assim nessa atmosfera. Com sol forte, praia cheia e muito mar.
Parabéns , está lindo.
abraços de domingo

Wanderley Elian Lima disse...

Nossa!
Que bom que o amor chegou para o meu amigo. Espero que venham com ele momentos de pura felicidade.
Beijão

CRISTIANE disse...

Que lindddoooo... tô precisando de uma declaração de amor assim! Que seu caminho seja de amor e de carinho assim como essa sincera mensagem!
Beijos,
Cris.

Sampaio disse...

Um brinde ao amor! Um viva pra você, meu amigo!

Calma que amor chega já.
Ele me disse, mandou avisar.
Não adianta chamar!
Ele vem quando tiver vontade,
quando a gente não estiver esperando.
Calma que tem amor pra todo mundo.
Tem amor de todo jeito.
Tem amor pra cada um.
Calma, mas nada de se acomodar.
Tem que fazer sua parte.
Tem que carregar um coração leve,
sem mágoa nem medos,
sem culpa nem desconfiança.
E vamos rindo que chorando não tem graça
Ele está à espreita, não vai demorar!

JRonson disse...

porque o amor é sem duvida a melhor coisa do mundo :)

carol sakurá disse...

O amor brotou!
Que lindo!
Beijos e muitas alegrias pra vc!

Valéria disse...

A culpa é desses cupidos com suas flechas certeiras, coração acertado, coração apaixonado.

BeijooO'

Chica disse...

Lindo e apaixonado! abração,linda nova semana!chica

Pepe444 disse...

O Amor é dificil de entender né :S

As vezes se sofre tanto por ele... e dps se pensa será que valeu a pena??

http://artmusicblog.blogspot.com/

coracoesperfeitos disse...

Muito bacana esse texto...muito nosso, digo, até parece que é um desabafo meu."o safado do cupido" também me pegou e, eis-me aqui.
Bjo!belo texto!

Dalva disse...

Não existe nada mais lindo que estar apaixonado... e uma declaração de amor assim, ao som dessa música linda, escrita com a pena da poesia... Já se começa bem a semana! Viva o amor!

Boa semana, Junior!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com