segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

SOBRE O QUE ANDEI VENDO, LENDO E OUVINDO

Salve, simpatia!

Como passaram os dias de folga? Prontos para iniciar mais uma semana? Eu tô. Embora tenha trabalhado em pleno domingo, ainda assim consegui ter um fim de semana bem legal! Consegui fazer uns programinhas que adoro e estou aqui hoje pra dividir minhas impressões sobre o que andei vendo e ouvindo com vocês, como geralmente acontece às segundas-feiras!

Sabe, também não estou pra falar exclusivamente do que gostei,  estou pra expor minhas opiniões, portanto, se sintam a vontade para concordar, discordar ou simplesmente ignorar minhas observações!

Dica de leitura...

Queria indicar pra vocês um trabalho super interessante (que ganhei de presente da minha amiga Tânia Laurentino, obrigado, querida). Trata-se do Projeto 'A IMAGEM DO SOM', onde 80 artistas plásticos contemporâneos interpretam, através de seus talentos, temas propostos pelo escritor Felipe Taborda. Em pesquisa na web descobri que a primeira edição homenageou Caetano Veloso; a segunda, Chico Buarque; a terceira, Gilberto Gil; a quarta, Tom Jobim; a quinta o Rock-Pop Brasileiro; a sexta , Dorival Caymmi; a sétima a música popular brasileira e a oitava, a que tive o prazer de ganhar, o samba.
No livro, cada artista convidado tem a liberdade de interpretar a sua maneira - seja com uma foto, um desenho, uma escultura, uma atitude etc - sambas de  bambas como: Adoniran Barbosa, Ataulfo Alves, Ary Barroso, Cartola, Dona Ivone Lara, João Nogueira, Zé Keti, etc... enfim, já pensou que maravilha? Deu água na boca, não deu? Procura na Livraria Cultura mais próxima, cê vai adorar.


Música...

Fiquei muito feliz  ao  garimpar esses dias - mais especificamente nas Lojas Americanas - um novo título da coleção 2 em 1 (2 LP´S em 1 cd), da gravadora EMI, que resgata trabalhos, muitos já fora de catálogo, de grandes artistas da nossa música por um precinho hiper camarada! A algum tempo vibrei ao adquirir quatro álbuns da discografia de Clara Nunes - a exemplo dos raros 'Canto das três Raças' e 'Alvorecer' - , por um preço imbatível: dois cd´s num só por R$9,90! Em tempos de pirataria, nada mais adequado.

Agora foi a vez de achar  Maysa em dois ótimos momentos de sua carreira! Acho que -quase- todo mundo voltou a se interessar por essa grande intérprete depois que a minissérie Global, dirigida pelo único filho da cantora, Jayme Monjardim, despertou as novas gerações para sua  fantástica contribuição musical (aliás uma das melhores coisas produzidas na tv em 2009certo?). No momento da exibição, não se falava em outra coisa senão a força impressa pela figura polêmica  e o pouco  material existente envolvendo seu nome dobrou de preço nas lojas, inflacionou como costumeiramente acontece com o que está em foco ... pois bem, surgiu uma chance de você conhecer (ou reviver) mais sobre ela sem precisar gastar muito!
São dois LPS remasterizados, ambos de 1969, relançados em cd pela gravadora EMI. O primeiro traz na capa uma foto da artista com seu filho e sucessos como: 'Pra quem não quiser ouvir meu canto''Eu e o tempo'! O segundo, até onde eu sei, marca a volta de Maysa ao Brasil, num show também de 69 , intitulado: "Canecão apresenta Maysa" e nele podemos escutá-la, ao vivo, interpretando sucessos como: "Meu mundo caiu", "Eu e a brisa", "Ouça", "Chão de estrelas", "Se você pensa", "Dindi", enfim, um super espetáculo!
Sugiro que na sua próxima visita ao shopping, inclua uma visitinha as Lojas Americanas e quem sabe, leve pra casa essas duas preciosidades, afinal, música boa, apesar de ser um remédio eficaz, não possui prazo de validade!


Cinema...

Fui ao cinema! Os primeiros filmes de 2010! Como é bom se alimentar de arte, não? Eu ganho meu dia, até mesmo quando o resultado não é - ou foi- o esperado! Assisti a dois filmes que não estão em cartaz no circuito comercial, mas merecem ser vistos:

Uma coisa precisa ser dita: o filme "Coco antes de Chanel" é bem fiel ao título. Talvez eu , por não atentar para essa explicação antes, apesar de ter gostado do filme, tenha sentido falta de mais elementos que me ajudassem a entender a importância dessa personalidade francesa para moda mundial. O filme foca claramente a mulher, não o mito! Traça um perfil reto sobre os caminhos que Gabrielle Bonheur percorreu até se tornar Coco Chanel, uma referência para alta-costura por seu estilo autêntico e revolucionário. Os amores - e até a ausência deles - é o assunto que dá consistência a trama. Em alguns momentos até quis - por conta de algumas sutis semelhanças - compará-lo a "Um hino ao amor", que retrata a vida de Piaf, e que julgo maravilhoso! Mas ainda não foi dessa vez.
Contudo, os cenários são lindos, belas fotografias, além de uma interpretação muito convincente da atriz Audrey Tautou (que dizem, também se assemelha muito fisicamente com a verdadeira), que encarna Chanel nas telonas.

...

Quando tomei conhecimento da existência desse filme, confesso que minha primeira reação foi de estranhamento. Pensei: será?! Imagine, logo eu que me considero relativamente preparado para realidades não-convencionais (e sou assumidamente a favor de muitas delas), me  surpreendi fazendo superficiais e involuntários julgamentos! Claro, isso foi num primeiro momento, logo depois essa sensação foi dando lugar a  uma crescente necessidade de assistir ao filme  "Do começo ao fim"... curiosidade esta que matei essa semana que passou!
Para os desavisados, a trama trata de dois  enormes tabus: a homossexualidade e o incesto! Ufa, que paulada, hein! Pois é, foi com muita curiosidade que entrei na sala de cinema para descobrir quais caminhos o diretor do filme, Aluizio Abranches, havia escolhido para tratar temas tão complexos! Minha surpresa e grande frustração foi constatar que a resposta foi bem mais simples do que imaginei: da forma mais tranquila possível! É isso, praticamente não existem conflitos na trama!


Os atores do filme: diferentes gerações para tratar do mesmo assunto.

Com tamanho estranhamento, não estou dizendo que compreendo os motivos que levam a discriminação de quem quer que seja, em absoluto. Os mais comuns sequer se mantém coesos dentro das minhas concepções! Estou é  afirmando que, desde que o mundo é mundo, qualquer tabu que se preze traz consigo uma carga  significativa - pra lá de densa - de polêmicas, divergência de opiniões e ataques ferozes... menos no filme, que trada de dois gigantescos!


A afetividade dos irmão é tratada com delicadeza e respeito nas cenas de intimidade.

Apesar de serem irmãos, homossexuais e se descobrirem perdidamente apaixonados, Gabriel e Tomás, ricos e bem sucedidos, vivem num verdadeiro conto de fadas, que só é ameaçado quando o mais novo dos irmãos, esportista em ascensão, é convidado a treinar fora do país, sendo obrigado a deixar o outro sozinho! Entenda, não estou me posicionando nem contra, nem a favor, só estou sinalizando uma possível falha na retratação da realidade, algo que minha visão crítica apontou.


Ausência de conflitos: João Gabriel, Julia Lemmertz e Rafael Cardoso numa das cenas do filme.
Embora aguarde ansioso por um mundo mais evoluído e tolerante a esse ponto, por enquanto, pra mim, isso ainda é algo surreal! Durante todo tempo, por onde os dois passam, são sempre muito bem compreendidos e aceitos, inclusive pelos pais, que pelo que entendi, vêm a relação com máxima naturalidade. Seria o filme uma prospecção de futuro?


O amor por outras perspectivas, do começo ao fim.

Os atores do filme - principalmente Rafael Cardoso, o Tomás - dão show  em cena quando o assunto é o realismo dentro da relação homoafetiva das personagens. Convencem, mesmo não sendo gays na vida real. Destaco que não existem cenas propositalmente constrangedoras, todas foram gravadas sob uma atmosfera delicada, poética, sensível... entre beijos calientes e danças apaixonadas, o filme é uma boa oportunidade para os que não entendem a relação homossexual como uma possibilidade de amor verdadeiro, repensarem alguns conceitos, abandonando a idéia de promiscuidade e pecado! Nesse sentido vale muito a pena ver o filme. Veja o delicado  ensaio clicando AQUI.

Caramba, quanto assunto para um único post! Talvez fosse melhor dedicar um post exclusivo ao assunto mais polêmico. Paro por aqui! Não é de bom tom falar demais, sim? Sua vez, então!

Beijo, boa semana!
Jr Vilanova.

8 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá meu amigo
Teve realmente um fim de semana agitado. As dicas foram boas, o filme do Começo ao fim, não foi o que eu esperava, realmente faltou conflito, ficou tudo muito normal , dentro de uma família moderninha que aceita tudo.
Beijos

Guilherme Ramos disse...

Jr!

Assisti (tmb) ao filme "Coco antes de Chanel". De fato, boa fotografia e atuação impecável da Audrey:

Sofrida, a vida,
Entre vindas e (uma só) ida.
É sempre o amor?
Que nos faz fortes
(mesmo através da dor?)
Não sei, mas...
Se assim for...
Não desisto.
EU QUERO É MAIS!

Abração!

Gui.

Dalva disse...

Final de semana bom, hein??? O livro é de dar água na boca: deve ser super legal. E vou correndo nas Lojas Americanas procurar por esses CDs 2 em 1: deve ter muita coisa boa! O filme de Coco Chanel é lindo... adorei, principalmente pela personagem, pela qual tenho grande admiração (tenho um post preparado prá ela, lá no Infinito). Quanto à polêmica da relação homoafetiva do outro filme, partilho da tua opinião: sem querer julgar e muito menos condenar, essa situação(para ser real) gera polêmica, sim! E se o filme não a retratou, ficou a desejar.

Mais uma vez agradeço por tantas dicas maravilhosas que trazes para nós!

Um beijo grande, querido amigo!

.Lis disse...

Oi Junior
Bom saber das suas escolhas , parece que ficamos mais perto quando compartilhamos.
Acabei de ler Chico Buarque,um livro já foi lançado faz um tempinho - Leite derramado, gostei, é inteligente e gostoso de ler,como tudo que o poeta faz. Anotei "A imagem do som"pra ler depois,e Maysa é ,maravilhosa ,sempre.
Tenho visto alguns filmes bons, gostei de Bastardos Inglórios, Me interessou esse polêmico aí... rs
,obrigada pelas dicas.
abraços abraços

CRISTIANE disse...

Quantas dicas legais, aliás, nem sei porque me surpreendo... isso sempre acontece por aqui!

O que posso dizer é que não conheço nenhuma das dicas de hoje, mas que fiquei tentadíssima a ver, ler e ouvir!rs...

Seu objetivo sutiu efeito!
Beijos meus!
Cris

Essência e Palavras disse...

Boas dicas!!!


beeeeejooo

Cláudia disse...

Quantas dicas boas....fim de semana bem produtivo, só pra não sair da rotina hein?!!!

Tou querendo assistir "Coco antes de Chanel", todos estão fazendo ótimos comentários sobre ele.

Bjinhos Júnior...ótima semanaa!!!

Muita boa música aos nossos ouvidos!!!

carol sakurá disse...

Olá!Estive ausente por conta das férias.
Tive o grande encontro com ele:O MAR!
Mas vc não para hein!
Ahhh..quero saber mais desse livro...rs

Bjs!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com