quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Quarta da poesia: 'A CASA DO TEMPO PERDIDO'




"Bati no portão do tempo perdido, ninguém atendeu.
Bati segunda vez e mais outra e mais outra.
Resposta nenhuma.
A casa do tempo perdido está coberta de hera pela metade; a outra metade são cinzas.

Casa onde não mora ninguém, e eu batendo e chamando pela dor de chamar e não ser escutado.
Simplesmente bater. O eco devolve minha ânsia
de entreabrir esses paços gelados.
A noite e o dia se confundem no esperar,
no bater e bater.

O tempo perdido certamente não existe.
É o casarão vazio e condenado."

Carlos Drummond de Andrade.

Outras palavras...

Os efeitos de uma boa poesia são sempre indescritíveis... e imprevisíveis também. E se estivermos falando de Carlos Drummond de Andrade, então? Certamente teremos todos esses sentimentos duplicados.

A forma como o Mestre de tantos versos trata da ação do tempo em nossas vidas, o simbolismo que usa pra isso, a imagem que cria em nossas mentes, são coisas tão mágicas quanto perturbadoras. Pra mim, a poesia também tem essa função.

Hoje eu resolvi brindar a sua tarde com uma reflexão poética especial, espero que voc~e tenha gostado tanto quanto eu!

Poesia e amor para todos nós!
Jr.

8 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Adorie amigo Apolinário, Carlos Drummond é simplesmente fantástico. Parabéns pela escolha.
Abração

Guilherme Ramos disse...

Falar o que mais?
Drummond é o que nos resta.
Enfim...
Abração!

CRISTIANE disse...

Drummond e Contatos Imediatos, tudo a ver!

Aqui o poeta está muito bem acomodado, está em casa... a poesia deve estar onde ela possa ser valorizada, vista, entendida e respeitada, como já falei: AQUI!

Lindo. Muito profundo.
Cris.

NANDITA CAYMMI disse...

Drummond... ahhhh como é intenso em suas delicadas palavras... em suas antologias poéticas...
bj

carol sakurá disse...

Olá!

Ah..o imagético Drummond!

Adorei sua escolha!

Por um momento,pensei que os versos eram seus...rs

Bjs!

.Lis disse...

Oi, Apolinário
Lindo poema .
O tempo perdido não existe , a casa está fechada. Muito bom ,isso.
Só poeta pra arrumar as palavras assim,lindamente
Abraços

Cláudia disse...

Como um dom natural consegue penetrar fundo em nossos pensamentos, em nossa alma!
Reflexão profunda...finalzinho de ano chegando e nada melhor do que um repensar de nossas vidas!!!

bjoss...adorei a poesia!!!

És um báu carregado de pérolas!!!!

Dalva disse...

Oi, Junior!

O efeito de uma poesia é mesmo indescritível... e Drummond é sempre uma escolha perfeita.

Beijos e bom final de semana!

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com