quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Quarta da poesia: "Emergência"




"Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela abafada,

esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
- para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado."
 

Mário Quintana.

7 comentários:

contatos imediatos disse...

"Quem faz um poema salva um afogado"

É preciso dizer mais alguma coisa?

De tão sensível, a frase chega a ser absoluta. Bateu em mim e realmente me tirou o ar!

Deus abençoe os poetas!

Abraços,
Jr.

CRISTIANE disse...

LINDO, LINDO, LINDO E... LINDÍSSIMO!

Sensibilidade pura, delicadeza, poesia...

Obrigado por tornar minhas quarta-feira mais leve!

Um beijo.
Cris.

Wanderley Elian Lima disse...

OLá Júnior, Quintana sabia das coisas, e como sabia. Parabéns pela escolha.
Um forte abraço

Cláudia disse...

E como salva....nada como um belo poema para nos alegrar, nos encher de sentimentos bons!
Beijos

Lindo o poema!!!

NANDITA CAYMMI disse...

as vezes salvo um afogado entao.. rs..
bjossss

Dalva disse...

Adorei a imagem dos band-aids! E Quintana é isso mesmo: simplicidade e profundidade em sua expressão artística.

Uma noite de paz!

Bjs.

Josianne disse...

Você e suas fontes hein bonito..kkkkk adoro tudo o que posta pra gente!!!! Bjos amor.

Postar um comentário

Algumas dicas para comentaristas:

1. Use sempre o login da sua conta/ e-mail do Google ou Yahoo. Para os que não as tem, opinhem usando "Nome / URL"! É só digitar seu nome, assim todos saberão quem escreveu (inclusive eu!)

2.Se você possui um blog seu comentário será uma ferramenta de divulgação, pois representa o seu cartão de visita para os que não lhe conhecem. Pense nisso.

3.O espaço aqui é bem democrático, fique a vontade pra falar o que pensa e obrigado pela visita!

 

Copyright © - Contatos Imediatos - Todos os direitos reservados.
Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com